CST da Mulher é prorrogada por mais 70 dias na AL

Para Santos, o trabalho desenvolvido pela equipe técnica pauta outros eventos com esta temática no estado

CST que Combate Violência contra Mulher define detalhes para audiências
Angelo Varela/ALMT

O deputado Wilson Santos (PSDB) apresentou requerimento (788/19) com o objetivo de prorrogar por mais 70 dias a Câmara Setorial Temática da Mulher (CST) no âmbito da Assembleia Legislativa. Vale destacar que a CST tem o objetivo de levantar e/ou propor legislação e políticas públicas que efetivem direitos às mulheres e o combate à violência doméstica e familiar em Mato Grosso.

De acordo com o deputado, a prorrogação vai garantir aos membros da câmara tempo hábil para a conclusão dos trabalhos. O grupo tem como proposta estudar políticas públicas que possam diminuir a violência contra a mulher.

“O trabalho está sendo bom e produtivo, por isso que resolvemos postergar por mais 70 dias [a duração] a fim dar tempo de realizarmos novas audiências públicas ouvindo mais pessoas, para que no primeiro semestre de 2020 possamos apresentar um relatório contundente que mexa com o Brasil”, complementou o parlamentar.

Para Santos, o trabalho desenvolvido pela equipe técnica da CST pauta outros  eventos com esta temática no estado. “Essa CST, presidida pela desembargadora Maria Erotides, é a seleção dos melhores cérebros de Mato Grosso. Eu não tenho dúvida que esse trabalho, que está sendo desenvolvido pela CST da Mulher, vai servir para a construção de políticas públicas eficazes e diminuir muito a violência contra as mulheres” ressaltou o deputado