Criança prematura nasce com tumor gigante no MS e mobiliza 50 profissionais

Foto: Divulgação/HRMS

Criança prematura nasce com tumor gigante no MS e mobiliza 50 profissionais

Um parto mobilizou cerca de 50 profissionais e exigiu duas salas de um centro cirurgíco em Campo Grande, capital do Mato Grosso do Sul, em dezembro. O motivo? A criança tinha um tumor gigante perto do pescoço. O hospital só divulgou o caso na última quinta-feira (9).

A mãe, Vanessa Barbosa Furtado, chegou ao Hospital Regional de Mato Grosso do Sul (HRMS) com 33 semanas de gestação com muita dor abdominal. Foi só durante os exames feitos nessa época que os médicos descobriram que o bebê tinha um tumor gigante na região do pescoço.

O hospital divulgou que uma equipe constituída por enfermeiros, médicos, anestesistas, cirurgiões, obstetras, pediatras, especialista em cabeça e pescoço, intensivista neonatal, técnicos e fisioterapeutas participaram do estudo, preparação ou cirurgia. Foram cerca de 50 profissionais envolvidos.

O procedimento foi arriscado. O bebê foi parcialmente retirado por cesariana e entubado, depois foi realizado o resto do parto. Após essa fase, a criança foi encaminhada para outra sala e os médicos conseguiram retirar do tumor.

A mãe e o filho passam bem, ela já teve alta e o bebê continua internado para ser acompanhado por uma equipe especializada. “Toda a minha família é muito grata, primeiramente a Deus por estar conosco e por ter guiado todos os profissionais durante o parto do meu filho, e com certeza somos gratos também por toda equipe, por todo acompanhamento e dedicação”, agradeceu Vanessa.

+ Acessados

Veja Também