Criança de 6 anos tem braço quebrado por agente prisional, mãe também foi espancada

Um agente penitenciário , foi detido na madrugada desta quinta-feira (21), por manter a mulher e o filho dela de 6 anos em cárcere privado. O homem de 35 anos, faz uso de tornozeleira eletrônica por violência doméstica. A criança foi espancada pelo padrasto e teve o braço quebrado. O acusado já tem inúmeras passagens policiais, das quais três são por causa de violência doméstica e atuava na Penitenciária Central do Estado (PCE).

Segundo consta em boletim de ocorrência, a mulher até a delegacia após conseguir fugir do namorado na noite desta quarta-feira (20). Em relatos à Policia Militar ela disse que há pouco tempo deixou cidade de Rondonópolis (MT) e veio para Cuiabá viver com o agressor e o filho de apenas 6 anos. No entanto, desde que passou a morar com ele, pouco mais de duas semanas, sofre agressões e ameaças constantemente.

A vítima disse que o marido agrediu ela e o filho. A criança estava com o olho machucado que segundo ela, foi causado pelo agressor que também queimou a criança com água quente. Na última agressão, Edson quebrou o braço do menino.

Nenhum dos dois podiam sair de casa, pois ele não permitia, nem mesmo que ela tivesse contato com ninguém da família.

Farta da situação, a mulher aproveitou a distração do marido, chamou um motorista pelo por um aplicativo de celular e foi até a delegacia denunciar as agressões.

O acusado foi atrás dela, momento em que a guarnição percebeu a presença dele nas imediações da delegacia e abordou o suspeito. O Homem oi preso por crime de cárcere privado, ameaça e lesão corporal contra a mulher e a criança.

O agressor usa tornozeleira eletrônica, por crime de violência doméstica.