“Cresci em meio rural e concluir esse curso técnico representa a concretização de um sonho”, afirma formanda

Picture of Seciteci-MT

Seciteci-MT

Recém-formados receberam o certificado de nível técnico e já estão aptos à atuarem no mercado de trabalho. - Foto por: Ascom Seciteci-MT

“Cresci em meio rural e concluir esse curso técnico representa a concretização de um sonho”, afirma formanda

Seciteci realizou a formatura de 55 novos profissionais nas áreas de Turismo, Agronegócio

Compartilhe:

A Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Inovação (Seciteci) realizou a formatura de 55 novos profissionais técnicos nos últimos quatro dias. Nesta segunda-feira (18.03),16 alunos concluíram o curso Técnico em Guia de Turismo, oferecido pela Escola de Diamantino, na modalidade turma fora de sede, em Vila Bela da Santíssima Trindade. Na sexta-feira (15.03), 39 alunos se formaram na Escola Técnica Estadual de Tangará da Serra em técnico em  Agronegócio e técnico em Agropecuária. 

Aline Lobato de Souza, aluna formanda da turma de Técnico em Agropecuária em Tangará da Serra, compartilhou a realização de um sonho familiar ao se graduar.

“Embora eu já tenha uma graduação em contabilidade, optar por uma carreira no agronegócio sempre foi um desejo muito presente em minha família. Cresci em meio rural, meus pais ainda residem na zona rural. Esta formação visa contribuir com a agricultura familiar e estar ao lado dos meus pais, colaborando para o desenvolvimento do setor agrícola. Para mim, o curso técnico representa a concretização de um sonho”, revelou.

O formando da turma de Técnico em Agronegócio, Gustavo Henrique Zapeline Ferreira, ressaltou as oportunidades de crescimento proporcionadas pelo curso.

“Esta formação pode me abrir portas para migrar de trabalhos mais pesados, como o chão de fábrica, para a área administrativa, onde posso lidar com questões burocráticas, assumir responsabilidades e, também, almejar um salário mais competitivo”, comentou.

Segundo o superintendente de Educação Profissional e Tecnológica da Seciteci, Endrigo Martins, os profissionais graduados em Vila Bela desempenham um papel importante na região, que se destaca tanto pelo seu vasto potencial turístico quanto por seu rico contexto histórico e cultural.

“Vila Bela é o berço de Mato Grosso, um lugar que simboliza a autonomia do Estado e carrega consigo uma história marcada pela resistência e pela preservação das tradições africanas. Além disso, sua beleza natural, com cânions e cachoeiras, oferece um enorme potencial turístico. Há uma perspectiva promissora de impulsionar o turismo na região, e a Seciteci desempenhou um papel fundamental ao capacitar esses profissionais qualificados para atender às demandas locais”, afirmou.

Já a diretora da Escola Técnica de Tangará da Serra, professora Wérica Crislaine Souza Nascimento, ressaltou a importância do ensino técnico na formação profissional dos alunos destinados a trabalhar no setor agropecuário.

“Além de ter uma duração mais breve, o ensino técnico proporciona aos alunos habilidades práticas que lhes conferem experiência para adentrar no mercado de trabalho. Ele é mais específico e prepara os alunos para atender às demandas do mercado”, destacou a diretora.

As cerimônias de formatura foram prestigiadas por representantes da Seciteci, autoridades locais e membros da equipe de apoio técnico e pedagógico das Escolas Técnicas de Tangará da Serra e Diamantino.

Deixe um comentário

Veja Também

Quer ser o primeiro saber? Se increve no canal do PH no WhatsApp