Cozinheira de Água Boa aperfeiçoa técnicas de beneficiamento de carne de frango após curso

Treinamento de beneficiamento da carne de frango

Há quase dois anos investindo na venda de frangos, a cozinheira Ângela Maria Gerônimo, 59 anos, decidiu dedicar parte do seu tempo a uma capacitação que garantisse a melhoria de sua produção. “Até o tempero que fazia para utilizar no frango ganhou outro sabor depois que decidi me capacitar por meio do treinamento”.

O curso em que Ângela aperfeiçoou suas técnicas é o de Transformação caseira de produtos embutidos, defumados e beneficiamento de carne de frango, ofertado pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Rural de Mato Grosso (Senar-MT), em parceria com o Sindicato Rural de Água Boa.

Com a experiência de uma vida dedicada à cozinha, Ângela conta que o treinamento foi um importante instrumento de aprendizado. “Já cozinhei em cantinas, restaurantes e casas de famílias. Algumas dessas técnicas de manipulação como os cortes e a desossa me faziam falta. Era um sonho aprender e graças ao treinamento realizei”.

Além das técnicas, Ângela conseguiu enxergar as infinitas variedades de pratos com a carne de frango. “Com ela conseguimos fazer linguiça, salame e vários outros produtos embutidos e defumados. Foi uma descoberta e tanto para mim, que sempre trabalhei com frango”.

Para aumentar a produção, que por enquanto só acontece aos finais de semanas, os investimentos já começaram. A moradora decidiu fazer algumas adequações em sua cozinha para atingir sua meta de produção. “Quero continuar com o frango assado, mas quero dobrar a produção. Agora no começo, minha meta é vender pelo menos 30 frangos”.

Enquanto a reforma da cozinha não termina, a família composta por três filhos e seis netos,  tem aproveitado para experimentar o que Ângela aprendeu no treinamento do Senar-MT. “Por enquanto, estou fazendo receitas para a minha família. Eles estão gostando muito, estou feliz e empolgada com a aprovação”.