Copa do Brasil é uma competição onde cada aposta pode gerar uma surpresa

Thais Magalhães/CBF

Copa do Brasil é uma competição onde cada aposta pode gerar uma surpresa

A Copa do Brasil, a maior competição nacional de clubes, que começou no final de fevereiro, tem muitos atrativos para quem gosta de futebol, e principalmente para quem gosta de apostar.

Pois é na Copa do Brasil, que temos raras oportunidades de “quebrar a banca” como se diz no jargão de apostas. Pois é alguns casos, o azarão acaba surpreendendo e vencendo o favorito.

Para quem gosta de fazer a chamada “fezinha”, uma alternativa é procurar novos sites de apostas.

Um exemplo de jogos na competição com resultados inesperados pode ser com relação à Copa do Brasil de 2009, quando o União Esporte Clube de Rondonópolis que, naquele ano, “comemorava” 36 anos sem ganhar títulos, encarou no estádio Luthero Lopes, a equipe do Internacional de Porto Alegre, que naquele ano, era um dos times mais badalados do Brasil.

O Inter, devido às conquistas anteriores, era chamado de “Campeão de Tudo” e o União devido à falta de títulos era comentado pelos analistas como o “Campeão de Nada”.

O Inter daquele ano tinha feras como Nilmar, artilheiro e cotado na época para a Seleção Brasileira, a jovem promessa Taison, que depois saiu do Inter para fazer sucesso no futebol da Ucrânia, o volante Magrão, que fez sucesso no Corinthians e Palmeiras, além do craque argentino D´alessandro, que estava no auge da forma.

Para completar o time era treinado por Tite, atual técnico da seleção brasileira.

O União Esporte Clube vinha de uma fase ruim, além de amargar uma fila de 36 anos, estava mal no estadual daquele ano, devido à reformulação na comissão técnica.

Para completar ainda mais, a diretoria do Clube, havia acabado de demitir o técnico Valdo, que como jogador atuou pelo Brasil nas Copas de 86 e 90.

A única novidade no clube era a contratação do ex-zagueiro da seleção brasileira, Odvan, que vivia a fase final da sua carreira.

Por outro lado, ainda havia o atacante Diogo Galvão, o Diogol, que fazia parte do time do Colorado que foi vice-campeão estadual na temporada de 2008, quando a equipe foi derrotada pelo Mixto da capital pelo placar de 1 a 0.

O resumo de tudo é que o Inter, pela grandeza e pelo retrospecto no momento, era o maior favorito, mesmo jogando no estádio do União.

O time gaúcho, de quebra, estava invicto na temporada.

No entanto, quando o jogo começou, o que se viu foi um time do União aguerrido e sem medo do adversário.

No segundo tempo, em uma bola espirrada na área o atacante Diogol, marcou o gol do União e sacramentou a vitória do time mato-grossense pelo placar de 1 a 0.

O resultado, com certeza, foi uma grande zebra, e quem apostou no União, com toda a certeza faturou alto, pois venceu um time que ninguém esperava e que deveria estar pagando nas bolsas de apostas muito mais que o Inter.

Por essas surpresas que a Copa do Brasil é uma competição que encanta e mexe com o coração de quem gosta de uma aposta.

Em tempo: o União volta a Copa do Brasil contra o Atlético de Goiás, nesta quinta-feira (3).

+ Acessados

Veja Também