Consumidores devem denunciar tentativas de golpes em nome do Nota MT

Sefaz não envia SMS aos cidadãos contemplados nos sorteios

O Nota MT não envia SMS aos cidadãos contemplados nos sorteios - Foto por: Flávio Costa/Sefaz-MT

A Secretaria da Fazenda (Sefaz) informa aos consumidores que não envia e nunca enviou mensagens de texto para celulares (SMS) ou whatsapp aos sorteados do Programa Nota MT. Caso você receba esse tipo de contato, não ligue para o telefone indicado, não faça pagamentos e não forneça dados pessoais pois trata-se de uma tentativa de golpe.

Ao receber uma mensagem, por SMS ou whatsapp, sobre o prêmio do Programa Nota MT o contribuinte deve denunciar pelo site ou aplicativo do Nota MT ou pela ouvidoria da Sefaz. É importante, também, que a denúncia seja formalizada junto à Gerência de Crimes de Alta Tecnologia, da Polícia Judiciária Civil, por meio do telefone (65) 99973-4429. Outro canal para registro da reclamação é a Delegacia Virtual.

A Sefaz destaca que para informações sobre o Programa Nota MT são disponibilizados dois canais oficiais de comunicação: a área restrita do usuário no site ou aplicativo e o endereço de e-mail informado pelo cidadão no momento da inscrição no Programa.




“A forma de contato oficial da Sefaz com os ganhadores é pelo e-mail cadastrado pela pessoa. Nesse e-mail ela vai receber a notificação de que foi a ganhadora do sorteio realizado. A gente alerta que não enviamos SMS ou whatsapp, é preciso ficar atento tanto os sorteados, quanto os demais usuários, para evitar cair nesse tipo de golpe”, explica o coordenador do Nota MT, José Humberto de Holanda.

Para saber se foi um dos ganhadores do Nota MT, o consumidor também pode acessar o site ou aplicativo com o login e a senha de uso pessoal. Na opção sorteios é possível acompanhar as datas dos concursos e ainda fazer o download da lista dos ganhadores e dos bilhetes premiados. É nessa página, também, que é informado se a pessoa foi contemplada ou não em um dos sorteios.

Como aplicam o golpe

De acordo com os relatos, os criminosos entram contato, por SMS ou whatsapp, informando um suposto valor de premiação e um “código de liberação”. Nas mensagens, eles inventam diversas situações que podem prejudicar financeiramente o consumidor, além de colocá-lo em risco.

Confira algumas mensagens encaminhadas

“O seu CPF na nota fiscal foi contemplado com 1.000 reais na nota mt. Entre em contato conosco a partir das 08h horas da manha”.

“Queremos te avisar! Que o seu CPF na nota fiscal foi contemplado com 3.000,00 reais na nota MT valido só hoje até as 14:00 horas. Ligue agora P/SEFAZ”.

Além de não ser uma prática da Secretaria de Fazenda, o consumidor deve ficar atento e desconfiar dos valores informados, que são diferentes dos sorteados pelo Nota MT, e também do número do remetente, principalmente quando forem de fora do estado de Mato Grosso.