Construtora e município preparam documentos para retomada das obras

mais de 158 mil veículos devem passar pela br-163 durante o réveillon

O representante da empresa contratada para concluir as obras do loteamento Celina Bezerra 2 esteve nessa manhã com o prefeito José Carlos do Pátio e o secretário municipal de Habitação e Urbanismo, Paulo José Correia, para finalizar os documentos necessários para que as obras das 1.440 unidades habitacionais sejam retomadas.

“Estamos concluindo os documentos que tratam do saneamento e das habitações. Em seguida vamos apresentar ao Banco para então obtermos a liberação para o início das obras”, explicou o secretário Paulo José Correia. Para a construção do Celina Bezerra 2 estão sendo investidos cerca de R$ 110 milhões. Serão apartamentos localizados em prédios de quatro andares cada.

Desde que assumiu o comando do município, o prefeito José Carlos do Pátio tem trabalhado para liberar obras que estão paralisadas e dentre elas estão os residenciais Celina Bezerra 2, Dona Neuma e Padre Miguel. O prefeito lembrou que recentemente o município adquiriu uma área de 25 hectares onde serão construídas novas casas que serão entregues para 500 famílias. “Nossa meta é construir mais de 10 mil casas em quatro anos”, destacou.

Para o prefeito, é uma economia grande para uma família deixar de pagar um aluguel de R$ 500, por exemplo, e por meio do programa Minha Casa Minha Vida, receber um apartamento novo pagando entre R$ 30 e 100 na prestação.

“Assim que toda documentação e as licenças estiverem em ordem já vamos nos instalar no município e aguardar a liberação de início dos trabalhos. Vamos gerar oportunidade contratando mão de obra de pessoas aqui da cidade”, comentou Sérgio Guimarães, gerente administrativo da construtora.

Celina 1

Sobre as obras do residencial Celina Bezerra 1, o secretário Paulo José Correia informou que o município está aguardando a contrapartida do governo estado para que a construção dos 1.152 apartamentos também seja retomada.