Concurso Melhores Receitas chega à etapa de votação estadual

piso salarial dos professores tem reajuste de 6,81%

A segunda edição doConcurso Melhores Receitasjá passou dafase eliminatória. Agora, é a vez de nutricionistas do Programa Nacional de Alimentação Escolar (Pnae) e presidentes dos Conselhos de Alimentação Escolar (CAE) escolherem as receitas de seus estados que seguirão para a etapa regional da competição.

As receitas escolhidas entre as quase 1,3 mil selecionadas na etapa eliminatória passarão para a fase regional e, em seguida, para a nacional. De acordo com o Ministério da Educação, o principal componente dos pratos é a criatividade. A elaboração das receitas envolve ingredientes típicos de cada região brasileira, como pequi, vinagreira, tucupi, açaí, pinhão e taioba.

As votações seguem até o dia 15 de agosto. Quatro receitas serão escolhidas em cada estado. Serão observados, além da criatividade, a valorização de hábitos locais e a replicação da receita no contexto da alimentação escolar.

Reconhecimento

Promovido pelo Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), o concurso Melhores Receitas visa a valorizar o papel dos merendeiros na promoção de uma alimentação saudável e adequada nas escolas brasileiras.

“Além de valorizar o trabalho de quem tanto se esforça para garantir uma alimentação de qualidade às nossas crianças, queremos mostrar o quanto o Brasil é rico em variedades de alimentos que podem ser oferecidos de maneira saudável e criativa nas escolas”, afirma o presidente do FNDE, Silvio Pinheiro.

Na etapa nacional, as 15 receitas finalistas serão degustadas por um júri composto por cinco pessoas: um estudante da rede pública acima de 12 anos, um nutricionista, um conselheiro de alimentação escolar, um chef de cozinha reconhecido pela crítica e um representante das entidades parceiras do Pnae.

O júri vai apontar, então, as cinco receitas vencedoras do concurso, uma por região. Os campeões receberão um prêmio de R$ 4,8 mil e uma viagem internacional.