Concluída perfuração de poços artesianos na Aldeinha, trabalho segue para a comunidade Pinguela

Concluída perfuração na Aldeinha, trabalho segue para a comunidade Pinguela
Assessoria

Com a ordem de serviço para o início das obras de perfuração dos poços artesianos na zona rural, em poucos dias a empresa contratada para fazer o serviço já concluiu o trabalho de perfuração e nas próximas semanas os moradores da comunidade Aldeinha serão abastecidos pela água captada na região.

Cerca de 30 famílias na Aldeinha não deverão mais conviver com falta de água e nem utilizar água de poço artesanal para o consumo, contribuindo assim com a saúde.

Esse é o primeiro dos seis poços artesianos que a Prefeitura vai perfurar para beneficiar as comunidades rurais, famílias assentadas e pequenos produtores com água disponível para o consumo humano. O investimento que está sendo feito é oriundo de recursos próprios no valor de cerca de R$ 400 mil por poço que inclui também um reservatório de 15 mil litros.

Com a conclusão da perfuração na Aldeinha, a equipe de trabalho já esteve na comunidade Pinguela para avaliar a região e definir alguns pontos importantes antes de iniciar a obra.

O investimento total da ordem de R$ 2.395.159,20 vai atender a necessidade de abastecimento de água nos locais que enfrentam problemas com a seca que afetam diretamente as pessoas que vivem na região.

Além da Aldeinha e Pinguela, as comunidades Bajara, Grota Seca, Banco da Terra Esperança e Vila Bueno (Linha Seca) também vão receber os poços artesianos.