Concessão da BR-163 gera 5,5 mil empregos em Mato Grosso

| guiratinga | prefeitura amplia distribuição de água no distrito do alcantilado

Em pouco mais de um ano, a concessionária responsável pela transformação da BR-163 em Mato Grosso ampliou o seu quadro de funcionários de 80 para 3.317 pessoas. Somando com os contratados indiretos, por meio de empresas parcerias, o número de trabalhadores chega a 5.533. As posições são para diferentes áreas de atuação, tanto na área administrativa e de prestação de serviços, como nos canteiros de obras estruturados ao longo da rodovia.

Após entregar a primeira etapa da rodovia duplicada, a Concessionária Rota do Oeste, em parceria com a Odebrecht Infraestrutura, responsável pela execução das obras, intensifica o ritmo de trabalhos nos canteiros e na prestação de serviço ao usuário e conserva da rodovia.

O diretor-geral da empresa, Paulo Meira Lins, explica que em uma rodovia com a dimensão da BR-163, que possui 850 km de extensão e que estava com a infraestrutura defasada e não possuía serviços de atendimento ao usuário, o impacto de uma concessão é grande em todas as esferas da economia e em todos os municípios atingidos. “Quando a empresa chegou a Mato Grosso, tinha entre os desafios a contratação de mão-de-obra. Buscamos parcerias com prefeituras, com o governo do Estado, centros de capacitação e hoje podemos dizer que a maior parte de nossos colaboradores é formada por pessoas que já estavam aqui”.

É o que aconteceu com a jovem Thauany Pereira Barbosa, 23, que participou do curso de operador de caixa oferecido pela Concessionária em parceria com o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai) e agora vai trabalhar nas praças de pedágio na BR-163. Ela ficou sabendo do curso por meio de uma amiga e decidiu tentar uma vaga na empresa. Deu certo.

A atendente do Centro de Controle Operacional (CCO), Nayara Magalhães, 25, também entrou recentemente na Rota do Oeste e comenta que conseguir uma vaga não está fácil. “A empresa que eu trabalhava antes faliu e desde novembro eu procurava por uma oportunidade. Já tinha desistido e pensava em ficar só estudando para concurso. Quem tem emprego tem que se assegurar no trabalho”.

Sobre a Rota do Oeste

A Rota do Oeste, empresa da Odebrecht TransPort, é responsável pela duplicação, recuperação, conservação, manutenção e implantação de melhorias da BR-163, bem como a oferta de serviços de atendimento ao usuário, entre os municípios Itiquira (MT) e Sinop (MT), um trecho com extensão de 850,9 quilômetros.

Durante os 30 anos de concessão, a BR–163 receberá investimentos de R$ 5,5 bilhões. Nos cinco primeiros anos, quando serão investidos R$ 2,8 bilhões, será realizada a duplicação de um trecho de 453,6 km entre a divisa com Mato Grosso do Sul até Rondonópolis, de Posto Gil a Sinop, além da Rodovia dos Imigrantes. As demais extensões já estão duplicadas ou terão as obras executadas pelo Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT).