Conab deve usar frota própria para entregar cestas a indígenas

conab deve usar frota própria para entregar cestas a indígenas



O leilão realizado pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) nesta quinta-feira (7), para contratação de serviço de frete para envio de cestas de alimentos a comunidades indígenas, não teve interessados. Para que a operação não fique comprometida, a Conab pretende fazer essas remoções com frota própria de caminhões entre janeiro e março de 2018.

A operação visava a contratação do serviço de transporte de 463 toneladas de alimentos, para entrega em aldeias indígenas nos estados do Acre, Espírito Santo, Maranhão, Mato Grosso do Sul, Mato Grosso, Pará, Paraíba, Rio Grande do Norte, Rio de Janeiro, Rondônia, Amazonas, Roraima, Sergipe, São Paulo, Tocantins e Minas Gerais. Os produtos compõem cestas de 22 kg – cada uma contém 4 kg de feijão, 1 litro de óleo, 1 kg de macarrão, 1 kg de flocos de milho, 2 kg de farinha de mandioca, 10 kg de arroz, 2 kg de açúcar e 1 kg de leite em pó.

O órgão gestor desta ação é o Ministério do Desenvolvimento Social (MDS). A operação conta ainda com a parceria da Secretaria Especial da Saúde Indígena (Sesai), da Fundação Nacional do Índio (Funai) e do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra), que dão suporte na distribuição dos alimentos.