Como manter a sua casa segura: dicas essenciais

Pixabay/Ilustrativa

Em busca de aprender como manter a sua casa segura, muitas pessoas fazem investimentos enormes em câmeras de segurança, alarmes, cercas elétricas, cachorros bravos e muito mais. Já outras, tentam se proteger de outras formas, por não terem tantos recursos para adquirir equipamentos e técnicas de segurança para o seu lar. No entanto, não se engane: tanto você, quanto o seu vizinho, se preocupam atualmente com a segurança de seus lares.

Não é para menos: só no estado de São Paulo, por exemplo, são 12 mil furtos e roubos em casas e condomínios por ano. Ainda que esse número seja menor do que de outros crimes, é fato que as pessoas se preocupam muito em proteger seus lares e familiares de ladrões e invasores. Nem mesmo famosos estão imunes a esse tipo de situação, como mostra uma recente invasão à casa do cantor sertanejo Gusttavo Lima.

E aí, sabendo disso tudo, como manter a sua casa segura? É o que veremos a seguir. Portanto, siga a leitura do artigo até o fim para descobrir!

Como manter a sua casa segura com 5 dicas

1. Dificulte o acesso do lado de fora






Muitas pessoas acham que, com muros maiores, conseguirão impedir que bandidos entrem em suas casas. Em teoria, até faz sentido. No entanto, elas esquecem que há uma árvore do lado de fora da casa, cujos galhos levam diretamente para o topo do muro.

É importante que você faça uma análise do lado de fora da casa para perceber quais são os pontos que podem ser usados para alavancar um bandido para a parte de dentro de casa. Isso inclui árvores, equipamentos de ar-condicionado, escadas e outros. Retire-os ou impeça o uso deles por bandidos para aumentar sua proteção.

2. Tenha um cão de guarda treinado

Uma solução barata que reduz (e muito) o risco de invasão é ter um cão de guarda treinado para poder defender o seu lar. No entanto, é importante seguir alguns cuidados básicos para que essa medida seja eficaz mesmo.

Em primeiro lugar, o cão deve ser treinado de verdade. Isso porque ele deverá agir de certa forma para proteger o seu lar e não atacar visitas, obedecendo aos seus comandos.
Em segundo lugar, ele deve ficar à vista (para intimidar os bandidos), mas não deve ser acessível a estranhos. Isso porque um ladrão pode vir frequentemente dar petiscos para o cão e fazer com que ele se torne manso, permitindo o roubo.

3. Não divulgue informações sobre você online

Hoje em dia, ladrões costumam olhar o perfil de suas vítimas na Internet. Isso porque é muito comum que as pessoas divulguem informações online como quando estão de férias. Se a pessoa está viajando para Portugal, por exemplo, é sinal de que a casa está vazia.
Por isso, evite divulgar informações pessoais online e só compartilhe essas coisas com quem realmente for de confiança na sua vida.

4. Crie uma comunidade solidária na vizinhança

Mais importante do que cercas elétricas é a solidariedade da vizinhança. Isso porque, ao ter um grupo em que todos são amigos ou todos estão de olho nas coisas, fica mais fácil compartilhar informações e dados. Isso afugenta bandidos e reduz os riscos para todos.

5. Instale fechaduras de aço-inox de 3 a 9 pontos

Por fim, em vez de instalar fechaduras eletrônicas na sua casa (que são eficazes, mas caras), prefira instalar aquelas de aço-inox de 3 a 9 pontos. Isso porque elas são muito mais baratas e muito difíceis de serem invadidas.

Pronto! Agora que você já viu como manter a sua casa segura com as nossas dicas, já pode colocá-las em prática. Deu para ver que você não precisa de milhões de reais para poder se proteger e reduzir as possibilidades de invasões ou furtos no seu lar, não é mesmo? É claro que, se possível, seria bom ter câmeras de segurança, alarmes e outros elementos. Pense na sua segurança como uma série de camadas de proteção, uma por cima da outra. Quanto mais recursos, melhor.

E aí, gostou do conteúdo? Então comente abaixo dizendo qual dessas dicas você colocará em prática hoje mesmo!