Como alugar terreno para torre de celular?

Como alugar terreno para torre de celular?

Você sabe como alugar terreno para torre de celular? Se tem um espaço na cidade ou em zona rural ou é um síndico de condomínio (residencial ou não), talvez possa se beneficiar de obter esse conhecimento. Afinal, o aluguel desse tipo de espaço é uma renda passiva considerável.

Alugar terreno para torre de telefonia é uma estratégia interessante para aproveitar um espaço que não está sendo usado e transformá-lo em dinheiro todos os meses para você. Um dos benefícios da estratégia é que a demanda por esses aluguéis é bem alta graças às condições de telecomunicações no Brasil.

Para se ter uma ideia, o país necessita de mais de 140 mil torres de telefonia para poder dar conta da sua demanda atual. Imagine só quanto não será preciso quando o 5G finalmente chegar aqui no país? Por isso, as empresas não se importam de pagar um bom valor para poder instalar torres e ter um sinal melhor em certas regiões.

Quer saber como alugar terreno para torre de celular? Então siga a leitura abaixo!

Como funciona o aluguel de terreno para torre de celular?

O procedimento de um aluguel de terreno para torre de celular é bem simples. Basicamente, um proprietário disponibiliza um pedaço de espaço (pode ser um terreno, uma cobertura de prédio, etc.) para a instalação de uma antena de celular.

A empresa que opera essa antena faz pagamentos mensais com o valor combinado e o negócio segue os termos de contrato de aluguel que são bem básicos.

Esse é o “esqueleto” da operação. No entanto, existem certos detalhes que valem a pena ser mencionados. Por exemplo, existem empresas que compram os contratos de aluguel para negociar diretamente com as operadoras. Basicamente, elas fazem o intermédio entre os proprietários do terreno e as operadoras, então é possível fazer negócio por essa via.

O que é preciso para alugar?

Não é preciso muito para poder alugar um terreno. Basta ser proprietário dele ou ter a autorização legal para isso. Por exemplo, um síndico não pode firmar contrato de aluguel por conta própria sem que o negócio seja aprovado em assembléia do condomínio.

Depois de ter as condições para firmar contrato, basta assinar os papéis e permitir que a operadora acesse o local. Ela mesma é a responsável pela instalação da torre e sua manutenção, por isso, não há preocupações por parte do proprietário do terreno ou síndico do condomínio.

O que as operadoras de telefonia querem?

Apesar de existir a necessidade de mais 140 mil torres de telefonia, as operadoras não querem expandir sua cobertura para qualquer lugar. Há um estudo feito por cada uma delas com os locais mais importantes de onde aumentar sua presença e, por isso, a escolha do terreno certo para alugar deve ser feita com muito cuidado.

Alguns dos critérios usados pelas operadoras para poder identificar um bom terreno são os seguintes:

  • localização;
  • condições de relevo (terrenos com declive não são muito bons);
  • acessibilidade;
  • infraestrutura básica (energia elétrica e água);
  • segurança (conflitos agrários, roubos, etc.);
  • exigências da lei.

Um terreno que tenha bom desempenho em relação a esses itens não terá problemas para ser alugado rapidamente no mercado uma vez que as operadoras costumam necessitar bastante desses espaços e torres.

Como alugar terreno para torre de celular?

Agora que você já entende o básico do processo, é hora de entender como alugar terreno para torre de celular. O primeiro passo é entender se você pode fazer isso.

Caso você seja o proprietário de um terreno, então pode pular esse passo e ir diretamente para o próximo. Caso seja um síndico, por exemplo, terá de apresentar a ideia para uma assembléia de condôminos e receber a aprovação. Nesse caso, o melhor é fazer um estudo de viabilidade primeiro.

Para isso, o melhor é contar com uma consultoria especializada no assunto. Ela poderá dizer se há demanda para uma torre de celular na região em questão e se o seu terreno se qualifica para isso. Se for o caso, então você poderá apresentar esse relatório em assembleia e receber a autorização para procurar por interessados.

O segundo passo para poder alugar o terreno é entrar em contato com empresas interessadas. A maior parte das operadoras de telefonia conta com um canal de comunicação específico sobre o assunto e saberá agilizar as coisas.

No entanto, muitos proprietários preferem não negociar diretamente com as operadoras por vários motivos, sendo a diferença de poder entre as partes a principal delas.

Na verdade, o modelo mais usado é a negociação via outra empresa. Existem consultoras que compram contratos de aluguel ou fazem consultoria para os proprietários, o que ajuda a garantir um bom negócio livre de riscos e com bastante rentabilidade.

Seguindo todos os passos de como alugar terreno para torre de celular, não tem como errar. Logo, logo você transformará um espaço improdutivo em uma fonte de renda passiva.

E aí, gostou do assunto? Então comente abaixo com a sua opinião!

Noticias Relacionadas