Comércio de Rondonópolis projeta incremento entre 10% a 15% nas vendas neste Dia dos Pais

Comércio de Rondonópolis projeta incremento entre 10% a 15% nas vendas neste Dia dos Pais

Lojistas ouvidos nesta semana pela Câmara de Dirigentes Lojistas de Rondonópolis (CDL) mostraram otimismo em relação as vendas do Dia dos Pais neste ano. Mesmo com a alta da inflação que puxa os preços para cima e agrava a crise econômica, a estimativa de lojistas para a data ficou entre 10% a 15% de incremento, na comparação com o mesmo período em 2021.

Boa parte dos comerciantes rondonopolitanos já deram início às promoções e condições especiais para atrair os clientes neste Dia dos Pais. No ramo dos chamados presenteáveis, os acessórios com canecas, copos térmicos e as lembrancinhas terão, na visão dos lojistas, boas saídas. No ramo do vestuário, as camisas, os sapatos e os cintos foram os mais citados. “O que temos percebido tanto em relação a nossa realidade local quanto conversando com amigos da indústria e players do mercado afora é que após dois meses, junho e julho, de estagnação se comparado ao mês que tivemos em maio, teremos um agosto com incremento positivo na casa dos 10%. Essa é uma percepção nossa, mas compartilhada com outros do segmento. Havia uma expectativa de sequência de bons números após maio, mês combinado pelo Dia das Mães -segunda data mais importante para o comércio- e a chegada de uma frente fria que impulsionou o consumo. Mas isso não ocorreu nos dois meses seguintes, ainda por conta da inflação”, analisa um lojista entrevistado pela CDL, do ramo de calçado e confecções. “Por outro lado, quando comparamos com o período da pandemia, mesmo junho e julho tiveram um aspecto importante: a estabilidade. Agora, para agosto, apesar de não termos a segunda data mais importante do ano para o comércio, temos um valor agregado maior nos presentes e isso puxa os números positivamente, especialmente no ramo de calçados e confecções”, completa.

Outro lojista entrevistado projeta crescimento ainda maior, na casa dos 15%. “Para nós, a expectativas estão em alta. Nos preparamos antes e já estamos há uma semana com promoções, pensando, principalmente, no Dia dos Pais. Por isso, nossa projeção de crescimento, hoje, está na casa dos 15%. Claro que a inflação reduz um pouco o nosso ganho, mas em termos de crescimento este é o nosso número. Já temos visto muitas pessoas antecipando as compras, nesta semana conseguimos trabalhar bem com a nossa promoção. Estamos esperando o pico de vendas nesta próxima semana”, diz.

Outro ponto destacado pelos lojistas ouvidos pela CDL é a realização da 48ª Exposul, de 8 a 13 de agosto. “Especificamente para a realidade de Rondonópolis, um evento como este, de grande porte, impulsiona todo o comércio. Depois de dois anos, as pessoas já estão na expectativa, se preparando e indo às compras. Vão para a festa, já pensando em uma roupa nova, um calçado novo, um abrigo do frio. Todo mundo quer estar bem, bonito e perfumado”, destacou um entrevistado.

Aspecto sentimental

No ramo dos presentes e variedades, uma lojista entrevistada lembrou o aspecto sentimental deste Dia dos Pais. “Os filhos querem presentear. Por tudo o que passamos, é o momento de demonstrar seu carinho pelo pai e estar junto da família. E isso pede um presente”, argumenta. “Neste ano apostamos na variedade dos produtos, como kit churrasco, garrafas térmicas, copos, canecas e nas miniaturas, réplicas de carro, trator e instrumentos musicais. São presentes diferenciados e criativos, para o gosto e o perfil de cada pai”, diz.

Também foram citados na sondagem da CDL eletroeletrônicos e itens de perfumaria.

Noticias Relacionadas