Com esposa exonerada; suplente acusa Pátio de perseguição política

Picture of Redação Primeira Hora

Redação Primeira Hora

Com esposa exonerada; suplente acusa Pátio de perseguição política

Compartilhe:

O suplente de vereador Alikson Reis (Podemos) acusou no fim de semana, o prefeito de Rondonópolis, Zé Carlos do Pátio (PSB) de perseguição política. Alikson, que quando foi vereador foi opositor ao prefeito na Casa de Leis e é o primeiro suplente de  Paulo Schuh (PL), reclamou publicamente da demissão da sua esposa.

Ela era enfermeira, que ocupava cargo, dentro da estrutura e foi exonerada no dia 17 de junho, com publicação no Diário Oficial do Município, no último dia 19. Segundo o suplente era prestava serviços ao Samu há 11 anos.

Alikson e sua esposa Luciana Regina da Silva, que foi demitida do Samu, usaram as redes  sociais para reclamar da situação e disseram que a demissão teria sido feita em razão de perseguição política, devido a postura atual de Alikson, que apoia o projeto de Cláudio Ferreira (PL) à prefeitura e também pelo período em que foi vereador em substituição a Paulo Schuh.

No Instagram, a esposa chegou a dizer que recebia recados por meio de assessores e vereador que deveria manter o esposo calado, com relação à críticas ao prefeito. “Ele mandou minha esposa embora como se fosse um cachorro, na tentativa me atingir”, disse o suplente.

Deixe um comentário

Veja Também

Quer ser o primeiro saber? Se increve no canal do PH no WhatsApp