Coelhinha da Playboy polemiza ao responder entrevista sobre ataque de haters feminista

Vanessa Carvalho / CO Assessoria

A brasileira Nathy Kihara, coelhinha da Playboy de novembro da edição portuguesa, se tornou coelhinha da revista masculina após um editorial clicado de lingerie em diversos locais públicos de Nova Iorque, como metrô e 5ª Avenida.

Em entrevista para a publicação, ela questionou sobre ataques deferidos em suas redes sociais por haters que se auto proclamam feministas:

“Sou menos feminista que elas por usar rabo e orelhinha de coelho em um ensaio?”

E completou:

“Para algumas pode parecer ridículo posar nua, mas para mim, hoje em dia ter a liberdade de poder querer fazer um ensaio nu é feminismo, é o nosso poder de escolha que grita após de muita luta, que hoje podemos escolher estar onde queremos, seja no escritório ou em uma capa da Playboy, somos independentes”, declarou.

Vanessa Carvalho / CO Assessoria

Nathy Kihara já protagonizou dois ensaios para Playboy Itália em 2017 e em
2018 na edição da Playboy de Portugal.

Adepta do vegetarismo, Nathy diz que a mudança de seus hábitos alimentares mudou sua visão sobre a busca pelo corpo perfeito. “Temos de ter hábitos alimentares saudáveis, a busca pela perfeição pode nos deixar alienadas a realidade”.