Chico da Paulicéia é nomeado superintendente do Senar-MT

Senar-MT



Liderança no setor do Agronegócio desde os 24 anos, Francisco Olavo Pugliesi de Castro, 48 anos, mais conhecido como Chico da Paulicéia, foi nomeado superintendente do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural de Mato Grosso (Sena-MT), no início deste mês de janeiro. Otávio Celidonio que ocupou o cargo entre janeiro de 2016 e dezembro de 2019, assume a coordenação (Head) do AgriHub, programa que tem como objetivo conectar produtores rurais à novas tecnologias.

Para Chico, o Senar-MT é uma ferramenta muito importante no sistema Famato que inclui o Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea) e os Sindicatos rurais. “São engrenagens de um processo para atender o mesmo público. O nosso objetivo é melhorar, cada vez mais, a vida no campo e a do produtor rural. Assim podemos produzir com mais qualidade e tranquilidade”.

Na opinião dele, quando o campo tem segurança jurídica, ambiental e uma boa rentabilidade, as pessoas permanecem no campo. E, para Chico, isso é muito importante e, deve continuar acontecendo. E é, por isso, que a qualificação e a capacitação são primordiais nos dias de hoje. “Cada um tem seu papel. O Senar-MT é responsável pela parte educativa e de capacitação que é uma função nobre. Penso que ajudar as pessoas a evoluírem é uma das funções mais nobre que existe. Então, o que eu busco, é melhorar o ambiente e o relacionamento entre as entidades. A ideia é que todos tenham o sentimento de pertencer ao mesmo grupo com o mesmo objetivo”.

O superintendente do Senar-MT faz questão de enfatizar que a integração e o fortalecimento são primordiais para ofertar um serviço com mais qualidade. “Como eu já fiz parte de todas as fases deste Sistema, eu sei onde o calo de cada um aperta. Com isso, penso que posso contribuir bastante neste processo. Vou dar o meu melhor para fortalecer, cada vez mais, estas ferramentas que defendem a classe do produtor rural”.

Em 2020, o novo superintendente do Senar-MT diz que tem muitas novidades e, destaca que todas as frentes de trabalho da instituição são importantes “Mas tem uma coisa que é preciso frisar: o mundo está evoluindo rápido demais tecnologicamente e o Senar-MT tem que estar atento para isso e colocar no seu portfólio essas novas tecnologias”.

Para Chico, esta é uma área que vai demandar um pouco mais de atenção. “Estaremos atentos para as necessidades de treinamentos e qualificações que atendam a necessidade de capacitar e qualificar pessoas que poderão atender à necessidade de mão de obra qualificada para estas novas tecnologias que estão chegando no mercado”.

Minicurrículo – Médico veterinário, pecuarista, um dos pioneiros no trabalho de melhoramento genético do gado Nelore Puro de Origem (P.O.), em Mato Grosso Em sua trajetória como liderança sindical, Chico assumiu a vice-presidência do Sindicato Rural de Rondonópolis, pela primeira vez, aos 30 anos. Desde então ocupou vários cargos dentro do Sindicato e, entre os anos de 2014 e 2016 foi presidente.

Além da atuação no Sindicato Rural, Chico ocupa diversos outros cargos de liderança no setor. Dentre eles, o de vice-presidente da Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de Mato Grosso (Famato), vice-presidente da Comissão de Bovinocultura de Corte da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) e há mais de 25 anos é conselheiro da Associação Brasileira de Criadores de Zebu (ABCZ).