Chapecoense e CRB garantem classificação na Copa do Brasil

Estreando na edição 2020 da Copa do Brasil, a Chape bateu o Boavista, enquanto pela segunda fase o Galo alagoano eliminou o Paysandu nos pênaltis

Márcio Cunha/Chapecoense



Mais dois jogos movimentaram a quarta-feira de Copa do Brasil. Ainda pela primeira fase, a Chapecoense venceu o Boavista por 2 a 0 e carimbou a classificação. Já pela segunda fase, CRB e Paysandu ficaram no empate em 1 a 1 no tempo normal e, nas penalidades, o Galo alagoano ficou com a vaga. Confira os detalhes das partidas:

+Veja a tabela completa da Copa do Brasil!

Boavista 0 x 2 Chapecoense

O primeiro tempo do confronto teve dois momentos distintos. No início da partida o equilíbrio se fez presente no Elcyr Resende, mas as chances pouco apareceram. A partir dos 25 minutos, a Chapecoense passou a comandar as ações.

Após cobrança de falta dentro da área, Derlan aproveitou a sobra e finalizou para boa defesa de Klever, aos 27. Logo na sequência, Ari Moura foi quem assustou para os visitantes.

O Boavista tentou responder com Jean, mas parou em Tiepo. Mas foi a Chape que seguiu pressionando. Aos 32, Ari Moura teve nova chance e mais uma vez Klever salvou o time da casa. Até que, aos 40, a pressão catarinense surtiu efeito com Aylon.

Após tabelar com Renato, o camisa 18 bateu bonito para o fundo das redes: 1 a 0. Na etapa complementar, a Chapecoense manteve o controle do jogo e aproveitou para ampliar a contagem.

Na marca dos 12 minutos, Foguinho puxou contra-ataque e finalizou certeiro para fazer 2 a 0. Precisando de três gols, o Boavista chegou com Jean e Renan Donizete, mas sem sucesso. Enquanto a Chape soube cadenciar o ritmo do confronto e carimbou a classificação.

Na segunda fase, a equipe catarinense vai enfrentar o São José-RS, no próximo dia 27, em Porto Alegre.

Paysandu 1 (3) x (5) 1 CRB

Na Curuzu, o CRB teve as primeiras chances do jogo. Com três minutos de bola rolando, Luidy arriscou o chute, mas viu Gabriel Leite salvar o time da casa. Aos 11, Léo Gamalho finalizou com perigo e dessa vez Perema, em cima da linha, foi quem evitou o gol.

A resposta do Papão demorou, mas chegou. Aos 33, Nicolas bateu rasteiro para boa defesa de Edson. Já na marca dos 42, a arbitragem assinalou pênalti para o CRB. Na cobrança, Léo Gamalho abriu o placar. Mas a vantagem alagoana durou pouco.

Nos acréscimos, Caíque aproveitou uma sobra dentro da área e soltou o pé para deixar tudo igual. Na volta do intervalo, a partida perdeu em intensidade. Erik assustou para o Galo, enquanto o Paysandu chegou com Nicolas e Alex Maranhão. Sem mais bolas na redes, a partida se encaminhou para as penalidades.

Com a bola na marca da cal, Erik, Igor, Léo Gamalho, Carlos Jatobá e Rafael Longuine converteram todas as cobranças do CRB, que também contou com a estrela do goleiro Edson para ficar com a vaga.

Na terceira fase, o Galo vai encarar o vencedor de Boa Esporte x Cruzeiro. O duelo mineiro acontece no dia 4 de março, no Dilzon Melo, em Varginha.