Chanceler francês diz que Assad será julgado como criminoso de guerra

Redação PH

Redação PH

chanceler francês diz que assad será julgado como criminoso de guerra

Chanceler francês diz que Assad será julgado como criminoso de guerra

O ministro de relações exteriores da França, Jean-Marc Ayrault, afirmou nesta quinta-feira (6) que "chegará o dia em que a justiça internacional se pronunciará sobre Bashar al-Assad, que massacra seu povo".

Ao falar sobre o suposto ataque químico de terça-feira (4) na Síria, que matou pelo menos 86 pessoas, incluindo 30 crianças, o chefe da diplomacia da França pediu que "estes crimes não fiquem impunes".

"Há investigações, comissões das Nações Unidas (…) Será julgado como um criminoso de guerra", afirmou o ministro francês em entrevista ao canal CNEWS.

O Conselho de Segurança da ONU, reunido em caráter de emergência na quarta-feira (5), adiou a votação de um projeto de resolução apresentado por Reino Unido, França e Estados Unidos para condenar o ataque e pedir uma investigação da Organização para a Proibição de Armas Químicas (OPAQ)

"A França quer obter uma resolução depois do ocorrido", insistiu Ayrault, antes de destacar a "dificuldade" de conseguir a aprovação do texto porque "cada vez que apresentamos uma resolução, a Rússia veta".

"Mas devemos cooperar, devemos deter este massacre", completou o ministro.

+ Acessados

Veja Também