Centro de Imagens da Apor completa um ano com quase três mil mamografias

estado amplia procedimentos cirúrgicos em rondonópolis

No último domingo, 12 de fevereiro, a Associação dos Pacientes Oncológicos de Rondonópolis (Apor) comemorou um ano de inauguração do Centro de Prevenção e Diagnóstico Precoce do Câncer de Mama, estrutura da entidade que realiza exames de mamografia através de convênios. Neste período, foram feitos 2.864 exames de mamografia, que ajudaram a minimizar a fila que hoje está em torno de cinco mil mulheres à espera da prevenção, somente em Rondonópolis. Quando a Apor iniciou este trabalho, a demanda era estimada entre seis e sete mil mulheres.

Além de atender ao convênio firmado em julho do ano passado com o Consórcio Regional de Saúde Sul de Mato Grosso, o Centro também faz exames para o município de Itiquira, através de credenciamento direto, e para o Hospital Regional, localizado em Rondonópolis.

Para manter o atendimento ativo, a diretoria da Apor busca constantemente novas parcerias com municípios e órgãos. “Construímos um local adequado para a prevenção, com tecnologia de ponta através de um mamógrafo digital e de um ultrassom, temos o custo de manutenção que é alto e, acima de tudo, queremos oferecer a possibilidade da prevenção, do diagnóstico mais cedo para aumentar as chances de cura. Pra isso, precisamos firmar convênios”, destacou a presidente da entidade, Letícia Fassina Fachinetto Mendonça.

A novidade em 2017, conforme lembrou Letícia, é o funcionamento, em breve, do ultrassom adquirido em 2016. O aparelho será utilizado para exame complementar ao da mamografia, quando o médico especialista fizer a solicitação, e o trabalho também acontecerá através de convênios. “Estamos à disposição para atender”, pontua a dirigente.

História

A história do Centro de Prevenção e Diagnóstico Precoce do Câncer de Mama foi desenhada com a ajuda de muitas pessoas. A iniciativa foi pensada durante uma palestra sobre câncer de mama, com a presença de dirigentes da Associação Comercial, Industrial e Empresarial de Rondonópolis (Acir), que sugeriram uma parceria com a entidade. Em abril de 2015 a Acir entregou R$ 100 mil para a Apor, que com o valor deu o ponta pé inicial ao projeto, com custo completo de quase um milhão de reais. Na sequência, a Procuradoria Regional do Trabalho de Rondonópolis doou mais R$ 310 mil, oriundos de acordos judiciais de multas trabalhistas.

A compra do mamógrafo digital, de última geração, aconteceu no dia 9 de abril do mesmo ano. O restante do valor necessário para a obra de reforma do prédio, compra do mobiliário, documentação e contratações de profissionais foi preenchido através das doações que a entidade recebe mensalmente através das contas bancárias, conta de energia, cofrinhos espalhados pelo comércio e eventos beneficentes, como leilões de gado realizados por entidades diversas em Rondonópolis, Alto Garças, Guiratinga, Jaciara, Juscimeira, Paranatinga e Colniza. A unidade está localizada na Av. Cuiabá, ao lado da Caixa Econômica Federal, no Centro de Rondonópolis.