Censo Escolar é ferramenta importante para acessar recursos e nortear políticas públicas

Censo Escolar é ferramenta importante para acessar recursos e nortear políticas públicas

A secretaria de Estado de Educação (Seduc-MT) realiza, nesta terça-feira (22.06), uma live para explicar a importância da coleta de dados para o Censo Escolar 2021 e capacitar os gestores para a declaração correta de todas as informações. A live, que começou às 8h, pode ser acompanhada pelo canal do YouTube da Seduc-MT, pelo link https://www.youtube.com/watch?v=VhBlEiAIb44.

Secretário de Educação, Alan Porto destacou, na abertura dos trabalhos, a importância do Censo para a educação básica, afirmando que se trata do grande norteador para planejar ações e organizar toda a política pública. “Trata-se de uma importante ferramenta que consegue monitorar e acompanhar tudo o que vem acontecendo nas escolas. Além disso, é a base do Ideb, medindo a proficiência dos estudantes”.

Ele ainda lembrou que é o Censo Escolar que define os recursos do governo federal para infraestrutura física e tecnológica das escolas, além da execução da política pedagógica.

O secretário enfatizou a importância da parceria dos gestores municipais e garantiu que a Seduc está à disposição para tirar todas as dúvidas que surgirem.

Secretária adjunta de Gestão Educacional, Irene Souza Costa completou que o Censo Escolar é a oportunidade de compreender a situação da educação no Brasil e acompanhar a efetividade das políticas públicas. “Por meio do Censo, temos o Ideb, a taxa de rendimento escolar a distorção da idade/série. Ele permite compreender o cenário para poder cada vez mais melhorar a política educacional de Mato Grosso”.

Censo e a busca ativa

Superintendente de Relacionamento Escolar, Alcimária Ataides enfatizou que a educação vive um momento ímpar, com formação continuada dos profissionais.

Lembrou que neste momento de pandemia é necessária muita atenção à busca ativa dos estudantes, uma vez que muitos deixaram os estudos.

Presidente da União dos Dirigentes Municipais de Educação de Mato Grosso (Undime), Eduardo Ferreira Silva participou da abertura da live e também destacou a importância da busca ativa. “Não dá para falar em Censo sem falar na busca ativa dos nossos estudantes. Também é importante pensar que estamos no ano contínuo curricular, pois todos os dados interferem”.

O presidente da Undime pediu muita atenção aos municípios que atendem escolas indígenas, para que validem as informações e possam acessar os recursos de forma adequada, pois estes dados possuem grande impacto.

Atenção aos campos

Coordenador Estadual do Censo Escolar de Mato Grosso/Seduc-MT, Rodrigo Jacob é o mediador da live e destacou que no momento da declaração dos dados é muito importante ficar atento aos campos.

Coordenador de Alimentação Escolar da Seduc, Hesloan Maia pontuou que os dados inseridos vão impactar diretamente na distribuição dos recursos. “Tudo o que é declarado serve para um recurso de algum programa federal e também para o gestor público prestar conta. Por isso a importância de muita atenção na hora da coleta”.

Etapas do Censo

A primeira etapa do Censo Escolar 2021, da Matrícula Inicial, está aberta até o dia 23 de agosto.

Secretária adjunta de Gestão Educacional, Irene Costa ressalta que neste momento devem ser inseridos no Sistema Educacenso os dados das escolas, gestores, turmas, alunos e profissionais escolares em sala de aula, de todos os estabelecimentos públicos e privados de educação básica e educação profissional, com base na realidade das escolas na data de referência do Censo Escolar, última quarta-feira do mês de maio (26.05.21).

Em seguida, os dados preliminares serão encaminhados pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) ao Ministério da Educação (MEC), para serem publicados no Diário Oficial da União (DOU). A previsão é que a publicação ocorra na segunda quinzena de setembro.

No período de retificação, os gestores terão 30 dias para verificar, confirmar ou, caso necessário, alterar os dados. Os resultados finais da primeira etapa serão divulgados em 31 de janeiro de 2022.

Segunda etapa

No dia 1º de fevereiro de 2022, começa a segunda etapa do Censo Escolar 2021. O Sistema Educacenso ficará disponível até 17 de março de 2022 para as escolas declararem os dados referentes à Situação do Aluno.

Na segunda etapa são informados: rendimento escolar – se aprovado ou reprovado – e movimento – se deixou a escola, foi transferido ou faleceu, ao final do ano letivo, dos alunos que foram declarados na Matrícula Inicial.

Após esse período, entre os dias 4 a 18 de abril de 2022, serão disponibilizadas as taxas de rendimento preliminares e os relatórios por escola para conferência, confirmação ou alteração dos dados, se necessário.

O encerramento da segunda etapa do Censo Escolar 2021 ocorre com a divulgação dos indicadores de rendimento escolar, no dia 19 de maio de 2022, no portal do Inep.

Mais informações

As unidades de ensino podem tirar as dúvidas sobre Censo Escolar pelos telefones (65) 3613-6565 e (65) 3613 6364.

Noticias Relacionadas