Ceará compartilha case de sucesso em educação com BrC

Nesta sexta-feira (24.05), durante a reunião do fórum do Consórcio do Brasil Central (BrC), o estado do Ceará vai apresentar um case de sucesso em educação. O BrC busca melhorar índices, em parceria dos Estados com os municípios, em duas áreas de trabalho que envolvem diretamente a educação.

O projeto Mais Paic, que começou com o Comitê Cearense para a Eliminação do Analfabetismo Escolar, já rendeu grande frutos para o Estado. Em 10 anos de existência apenas um município não tem o desempenho satisfatório. O mapa do Estado na questão de educação antes do Programa mostra que alunos do 2° ano do Ensino Fundamental não sabiam ler em três municípios e a maioria tinha desenvolvimento intermediário.

Outro mapa demonstrativo mostra que a maioria das cidades tinham desenvolvimento crítico em língua portuguesa no 5º ano. Já em 2017, a maioria das cidades melhorou o seu desempenho para intermediário ou satisfatório.

A exposição será feita por Márcio Pereira Brito, dirigente da coordenadoria de cooperação com os municípios da Secretaria de Educação do Ceará. O investimento no projeto gira em torno de R$ 50 milhões, por ano.

No total, 263 municípios do BrC, o que representa 30% do Brasil Central (composto por 25,6 milhões de habitantes em 875 municípios), vão participar do Programa Aliança Municipal. Nas áreas selecionadas, o BrC tem a taxa maior ou desempenho menor que a média nacional.

Uma das áreas do plano de ação é justamente a educação, matrículas da pré-escola e IDEB das cidades selecionadas. Os dados e a busca de soluções serão feitos em pacto cooperativo entre estado e municípios. O objetivo principal da iniciativa é a melhoria da competitividade e qualidade dos serviços públicos em áreas prioritárias que demandam maior articulação.