Carlos Villagrán, o Quico de ‘Chaves’, é contratado pelos EUA e faz propagandas contra imigração ilegal no México

Picture of G1

G1

Reprodução

Carlos Villagrán, o Quico de ‘Chaves’, é contratado pelos EUA e faz propagandas contra imigração ilegal no México

Campanha foi difundida pela Embaixada dos EUA no México e gerou críticas a Carlos Villagrán, ator que interpretou o personagem da série da década de 1970. Em um dos vídeos, ele pede que as pessoas só migrem por vias legais.

Compartilhe:

Quico, o famoso personagem da série “Chaves”, está protagonizando uma polêmica campanha dos Estados Unidos no México contra a imigração ilegal. Contratado pelo governo dos EUA, o ator Carlos Villagrán, que interpretou o Quico na série mexicana, voltou ao personagem em um vídeo divulgado pela embaixada norte-americana no México.

No vídeo, Quico pede a seus compatriotas que não tentem entrar nos Estados Unidos de forma ilegal. A campanha é uma tentativa de Washington de diminuir os altos índices de entrada de imigrantes pela fronteira do México, que vêm batendo recordes

“Olá, amigos. Primeiro de tudo: Calem-se, calem-se, calem-se, vocês me deixam loucos! Tenho algo muito importante para dizer: não cruzem a fronteira dos Estados Unidos, porque seu pai, sua mãe, seu tio, seu cachorro, seu gato, seu periquito, todo mundo pode estar em perigo. O melhor é cruzar (a fronteira) de forma legal. Vamos lá. Se você fizer isso (cruzar de forma legal), aí sim vou gostar de você”.

Críticas nas redes sociais

A mensagem angariou uma série de críticas por parte de mexicanos. Pelas redes sociais, muitos chamaram Villagrán de insensível às crises econômicas e políticas que vivem muitos de seus compatriotas e outros latino-americanos que tentam entrar nos EUA pelo México.

Usuários de redes sociais também acusaram Villagrán, atualmente com 79 anos, de “entrar no personagem”. Em “Chaves”, Quico é o “menino rico” da vila, quase sempre alheio aos problemas das crianças pobres, como Chaves, que vive dentro de um barril.

Na segunda-feira (2), o presidente do México, Andres Manuel López Obrador, afirmou que cerca de 10 mil pessoas chegaram por dia à fronteira entre os EUA e o México só na semana passada.

Vídeo contra coiotes

Outro vídeo, divulgado dias antes também pela Embaixada dos EUA no México, mostra outra mensagem do personagem de Quico, desta vez contra os traficantes de pessoas que são pagos para coordenar as perigosas viagens ilegais pelas fronteiras – os chamados coiotes.

No vídeo, Quico aparece brincando com um caminhão e um carro de brinquedo. Ele faz com que os dois se choquem, simulando um acidente entre veículos, e diz:

“O papo furado dos coiotes sempre vai te deixar na mão”.

É frequente que pessoas que contratam os coiotes sejam enviadas aos EUA dentro de caminhões que cruzam a fronteira. Em maio, a polícia do México encontrou 175 migrantes dentro da caçamba de um veículo, que foi vistoriado na fronteira sul do país – há um movimento grande de tráfico de pessoas de países da América Latina até o México e, de lá, aos EUA.

O ator Carlos Villagrán ainda não havia se posicionado publicamente sobre as críticas até a última atualização desta reportagem. Procurada pelo g1, a Embaixada dos EUA no México também não havia se manifestado até a última atualização desta reportagem.

Deixe um comentário

+ Acessados

Veja Também

Quer ser o primeiro saber? Se increve no canal do PH no WhatsApp