Campanha ‘Olha o que estou lendo’ compartilha indicações de leitura pela internet

Biblioteca Estadual usa mundo virtual para garantir aprendizado e leitura durante a pandemia. Confira outras ações.

Foto por: Mayke Toscano

Desde que começou o período de restrições sociais devido à pandemia do coronavírus, a Biblioteca Pública Estadual Estevão de Mendonça tem usado o mundo virtual para garantir o acesso do público ao aprendizado e à leitura.

A campanha “Olha o que estou lendo” é um dos projetos que está movimentando os leitores mato-grossenses apesar da suspensão de atendimento ao público do equipamento cultural da Secretaria de Estado de Cultura, Esporte e Lazer (Secel).

Toda sexta-feira um convidado compartilha suas leituras na quarentena ou indica algum livro já lido. Ao comentar as indicações, o participante incentiva o hábito da leitura e ajuda a provocar conexões nesse momento de isolamento social. As recomendações são divulgadas nos perfis da Biblioteca Estadual nas redes sociais Facebook e Instagram.

O secretário da Secel, Allan Kardec, e a professora e escritora Marília Beatriz de Figueiredo Leite já participaram da campanha. Na tarde desta sexta-feira (05.06), será a vez do advogado e escritor Eduardo Mahon apresentar ao público suas indicações.

A campanha “Olha o que estou lendo” também dá dicas de livros com download gratuito ou para leitura pela internet, além de sites de instituições que disponibilizam seus acervos online. Nesta semana, o destaque vai para o blog Farofa Filosófica, que disponibiliza, para download em pdf, 14 livros do educador, pedagogo e filósofo  Paulo Freire (link aqui).

Também já foram indicadas livros consagrados do escritor brasileiro Joaquim Maria Machado de Assis, cuja obra completa está disponível pelo  projeto ‘Machado de Assis: Vida e Obra’ (link aqui). Ainda estiveram na lista de recomendações obras de renomados autores estrangeiros, como Orgulho e Preconceito, da habilidosa escritora inglesa Jane Austen (link Orgulho e Preconceito). Além de apontar o site para que os livros sejam baixados gratuitamente, a campanha oferece comentários e sinopses das leituras.

A Biblioteca Estadual conta ainda com outras iniciativas para apoiar a campanha ao #fiqueemcasa e estimular o distanciamento social por meio da ampliação do acesso e da oferta de conteúdos virtuais. Conheça:

Momento Libras

O projeto oferece capacitação online e gratuita de Língua Brasileira de Sinais (Libras), com direito a certificado de 40 horas. Toda segunda-feira, o participante matriculado tem acesso ao conteúdo básico para o aprendizado desse meio de expressão e comunicação.

Nessa semana, o curso entrou em sua sexta aula trazendo os sinais usados para identificação das cores. Com conteúdos variados, a capacitação traz ainda temas como abecedário, números saudações, família, pronomes, verbos, expressões que remetem a piadas ou humor, e até mesmo diálogos com e sem legenda para os participantes praticarem o conhecimento.

Quem quiser, ainda pode se participar do curso. Para isso, é necessário acessar o formulário de matrícula AQUI e realizar as atividades disponíveis na plataforma de aula informada na inscrição.

Estevão Curioso

Iniciada em 2019, a ação continua trazendo via internet curiosidades da literatura. Singularidades sobre escritores, publicações e bibliotecas são apresentadas ao público que se interessa em saber mais sobre os assuntos.

Em maio, Estevão Curioso homenageou as mães, citando informações sobre personagens maternas em obras literárias. Dona Sebastiana da obra Terra Vermelha, de Domingos Pellegrini, Ana do conto Amor, de Clarice Lispector e Molly Weasley da saga Harry Potter, de J. K. Rowling, foram algumas das mães referenciadas no projeto.

Bibliorretrato

Quinzenalmente o projeto divulga informações sobre figuras que fizeram parte e ajudaram a construir a história de Mato Grosso. A primeira publicação está prevista para próxima segunda-feira (08.06) e falará sobre a personalidade que dá nome à Biblioteca: o professor, historiador, topógrafo, advogado e escritor autodidata Estevão de Mendonça.