Caminhada no centro de Rondonópolis marca o Dia de Combate à Exploração Sexual Infantil

Caminhada no centro de Rondonópolis marca o Dia de Combate à Exploração Sexual Infantil
Diego Utida

Para marcar o Dia Nacional de Combate à Violência e Exploração Sexual contra Crianças e Adolescentes, lembrado em 18 de maio, uma caminhada foi realizada na manhã deste sábado, no centro de Rondonópolis, para chamar a atenção da sociedade. O número de casos de violência contra crianças e adolescentes tem aumentado consideravelmente em todo Brasil.

Promovida pela Prefeitura de Rondonópolis, por meio das Municipal de Promoção e Assistência Social, a Vara da Infância e da Juventude, Conselhos Tutelares, Pastoral da Mulher Marginalizada, Ministério Público Estadual e Polícia Militar, a caminhada visou reforçar a importância de todos os setores da sociedade se unirem para evitar que crianças e adolescentes sejam vítimas desse crime terrível, que deixa muitos traumas.

“A caminhada é uma ação para chamar a atenção de todos para um problema que precisa ser denunciado e vencido”, disse a Secretária Municipal de Promoção e Assistência Social, Iriana Cardozo.

“A caminhada teve esse propósito, de abrir os olhos e esclarecer, levando as pessoas a refletir, a denunciar e ajudar a combater combate à exploração sexual infantil.  A sociedade precisa estar mobilizada para proteger e garantir que nossas crianças e adolescentes tenham seus direitos respeitados”, completou a Juíza da Vara da Infância e da Juventude, Maria das Graças Gomes da Costa.

A mobilização teve início por volta das 8 horas da manhã na Praça Brasil. Após a execução do hino nacional, os participantes seguiram pela Avenida Amazonas, passando também pela Rio Branco, Arnaldo Estevão e Marechal Rondon, principais corredores comerciais da cidade que costumam ficar mais cheias de populares na manhã de sábado.

A caminhada, que se encerrou por volta da 9h30, após retornar à Praça Brasil contou com o reforço de membros do Moto Clube Caveiras dos Cerrado, que foram à frente, ajudando a chamar a atenção dos populares ao ato.