Cachorro leva tiro na cabeça ao tentar proteger idosos de assalto

Malevo, de 12 anos, foi baleado na cabeça por um assaltante - (Foto: Reprodução/Redes Sociais)

Um cachorro da raça Border Collie foi baleado na cabeça ao tentar proteger seus donos idosos de assaltantes que invadiram a casa da família em La Plata, na ArgentinaMalevo, de 12 anos, está internado em uma clínica veterinária e luta pela vida desde a noite desde 31 de outubro, uma quinta-feira.

Ao jornal argentino El Día, o dono do animal, Renato Santoni, de 76 anos, contou que estava assistindo televisão com a mulher, de 62 anos, quando foram surpreendidos por quatro bandidos. O casal só percebeu o que havia ocorrido com Malevo quando os criminosos foram embora. O cão foi prontamente levado em uma viatura até um centro médico veterinário.

“É um verdadeiro guardião e muito obediente. Pode ser que tenha tentado morder os assaltantes”, disse Santoni ao jornal sobre o seu cachorro,  que faz parte da família há 10 anos.

A polícia argentina informou que investiga o caso e segue na procura pelos criminosos. De acordo com Santoni, o assalto foi rápido e durou dez minutos. Os homens roubaram 35 mil pesos (aproximadamento R$ 2.395), uma televisão, uma escopeta e um celular.

“Eles pareciam ter entre 25 e 30 anos. Assim que entraram, mandaram eu me jogar no chão e queriam que minha mulher fizesse o mesmo. Ela explicou que não podia por causa de um problema na perna e felizmente eles entenderam, mas não desistiram de ir atrás de dinheiro enquanto apontavam a arma pra mim”, relatou o aposentado. Ele e a esposa não ficaram feridos após o ocorrido.

Vizinhos e amigos fizeram uma campanha de arrecadação de fundos para ajudar a família a arcar com as despesas médicas do animal. Malevo segue internado e, segundo o centro veterinário, está sedado e se alimentado por sonda.