Brasil e República Dominicana assinam memorando de cooperação para desenvolvimento agropecuário nos países

Picture of Mapa

Mapa

Brasil e República Dominicana assinam memorando de cooperação para desenvolvimento agropecuário nos países

O acordo busca o compromisso entre as partes de trabalhar conjuntamente na construção de políticas públicas efetivas para o desenvolvimento competitivo, equitativo e sustentável do setor agropecuário

Compartilhe:

O Ministério da Agricultura e Pecuária (Mapa) e o Ministério de Agricultura da República Dominicana celebraram nesta quarta-feira (13) um memorando de entendimento de cooperação para estimular o amplo desenvolvimento nos campos dos sistemas agropecuários.

Na ocasião, o Mapa foi representado pelo secretário-executivo, Irajá Lacerda, enquanto pelo lado dominicano esteve presente o ministro da Agricultura da República Dominicana, Límber Cruz.

O acordo envolve produção sustentável, assistência técnica e extensão rural, inocuidade dos alimentos, saúde animal, sanidade vegetal, vigilância agropecuária, insumos agrícolas, insumos pecuários, biocombustíveis, biotecnologia, melhoramento genético, processamento pré e pós-colheita, máquinas agrícolas, financiamento agrícola, seguro rural, políticas e instrumentos para a comercialização agrícola; florestas plantadas, tecnologias de produção animal e vegetal e ciência aplicada às áreas vegetal e animal.

A cooperação entre as partes acontecerá por meio de intercâmbios de informações e experiências, treinamentos, seminários, visitas técnicas, fóruns e conferências, publicações de materiais técnicos, entre outras atividades acordadas entre as partes e em conformidade com a lei de cada país.

O secretário-executivo, Irajá Lacerda, destacou que a agricultura brasileira vive um novo momento com o governo do presidente Lula, em que o país voltou a criar laços de relacionamentos com os países, onde em menos de sete meses foram abertos mais de 42 novos mercados para a comercialização dos produtos agropecuários.

“O presidente Lula tem uma preocupação muito grande com a segurança alimentar, e junto do ministro Carlos Fávaro, tem trabalhado bastante para a abertura de mercados e a reaproximação com os países. Então, todos nós temos a obrigação de contribuir de alguma forma e essa parceria hoje aqui firmada é mais um passo para esse relacionamento entre os países”, disse Irajá.

Além disso, o secretário de Comércio e Relações Internacionais, Roberto Perosa, agradeceu a recente abertura do mercado dominicano para carnes bovina e suína do Brasil, bem como a habilitação de sete estabelecimentos brasileiros exportadores desses produtos. Perosa solicitou ainda ao ministro Límber Cruz que avaliasse o pedido brasileiro de atualização do certificado veterinário internacional para questões da regionalização para casos de influenza aviária e doença de Newcastle, além da revisão da tarifa de importação aplicada pela República Dominicana de 25% para carne suína.

Límber Cruz agradeceu a parceria e a boa relação com o Brasil. “O que queremos com vocês é a cada dia fortalecer e estreitar os laços de cooperação”, enfatizou.

Também participaram do ato de assinatura pelo lado brasileiro o diretor do Departamento de Promoção Comercial e Investimento, Marcel Moreira, o chefe da Assessoria de Relações Internacionais da Embrapa, Marcelo Morandi, e o diretor de Pesquisa e Inovação da Embrapa, Clenio Pillon. Já pelo lado dominicano, o vice-ministro da Agricultura, Rafael Ortiz, o ministro conselheiro da embaixada, Marino Castillo Lacay, a embaixadora no Brasil, Patrícia Villegas de Jorge, a diretora de cooperação internacional, Rosa Elena Tejada e a diretora de Promoção Comercial e Negociações da Mirex, Belkys Yermenos.

Deixe um comentário

+ Acessados

Veja Também

Quer ser o primeiro saber? Se increve no canal do PH no WhatsApp