Brasil e Guiana assinam memorando de entendimento para implantação de fibra óptica de Boa Vista a Georgetown

O Ministério das Comunicações indicará o representante brasileiro do grupo de trabalho que coordenará os estudos

abertas inscrições para programa minha cidade inteligente

O Governo Federal e o governo da Guiana assinaram um memorando de entendimento sobre estudos de viabilidade técnica para a implantação de fibra óptica entre a capital de Roraima, Boa Vista, e a capital da Guiana, Georgetown.

Os dois países criarão um grupo de trabalho, cabendo ao Ministério das Comunicações a indicação de um representante brasileiro para coordenar os estudos. O documento foi assinado pelo ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo, durante visita à capital guianesa.

Há o entendimento entre as duas nações de que é preciso melhorar a conectividade na região amazônica. Caso se constate a viabilidade, essa rota de fibra óptica será integrada à estrutura do Programa Norte Conectado para expandir a infraestrutura de comunicações na região setentrional da América do Sul, da qual fazem parte os países amazônicos.




Entre os objetivos do memorando estão o estabelecimento de cooperação para o estudo de viabilidade técnica sobre a implantação da rota de fibra óptica entre Brasil e Guiana. Os dois países também terão de fazer o mapeamento das necessidades e condições das rodovias do trecho entre Boa Vista e Georgetown e deverão viabilizar estudo de aspectos negociais e regulatórios, mapeando as estruturas de telecomunicações já existentes e prospectando atores locais com potencial interesse no projeto.

Com informações do Ministério das Comunicações