Botelho lamenta morte de líder da Igreja Assembleia de Deus Ministério Belém

Deputados aprovaram luto oficial por três dias e moção de pesar em respeito à trajetória do pastor Sebastião Rodrigues de Souza

Fablicio Rodrigues/ALMT

O presidente da Assembleia Legislativa, deputado Eduardo Botelho (DEM), lamentou a morte do pastor Sebastião Rodrigues de Souza, líder da Igreja Assembleia de Deus Ministério Belém, ocorrida nesta quarta-feira (8), vítima de covid-19.

Botelho decretou luto oficial por três dias e, por unanimidade, foi aprovada moção depPesar à família do pastor, durante sessão plenária desta quarta-feira, momento em que a trajetória do pastor foi lembrada pelos deputados.

“Decretamos luto oficial em respeito ao grande legado deixado pelo pastor Sebastião Rodrigues de Souza, que sem dúvida, foi um grande homem, respeitado e admirado em todo o país pelo posicionamento coerente diante das Sagradas Escrituras”, disse Botelho, ao acrescentar que em nome da ALMT “elevo as mais sinceras condolências à família, membros da Igreja e amigos, e peço a Deus que conforte a todos nesse momento difícil”.

Trajetória – Pastor Sebastião Rodrigues foi presidente da Assembleia de Deus de Mato Grosso. Há 40 anos lançou a pedra fundamental da Assembleia de Deus, em Juara. Considerado a maior liderança religiosa entre os evangélicos nas últimas décadas em Mato Grosso, sendo referência no Brasil por dedicar a sua vida à obra de Deus. Recebeu diversas homenagens como moções de aplausos e congratulações; o título de Cidadão mato-grossense; a Comenda Desbravadora Migrante Norberto Schwantes; a Comenda Lenine Póvoas e a Comenda Senador Filinto Müller.

“Devemos esta perda irreparável à covid-19, que tantas vidas têm colhido, numa das piores pandemias já vivenciadas pela humanidade”, lamentaram os deputados na moção de pesar.