Bombeiros de MT fazem operação para resgatar seis pessoas da mesma família soterradas após enchentes no RS

Picture of G1 MT

G1 MT

Bombeiros trabalham em busca de seis famílias que estão soterradas — Foto: Corpo de Bombeiros de Mato Grosso

Bombeiros de MT fazem operação para resgatar seis pessoas da mesma família soterradas após enchentes no RS

Ao todo, já são 151 vítimas dos temporais e enchentes que atingiram o Rio Grande do Sul entre o fim de abril e a primeira quinzena de maio.

Compartilhe:

Um grupo de socorristas do Corpo de Bombeiros de Mato Grosso iniciou, nesta quarta-feira (16), uma missão de resgate a seis pessoas da mesma família que estão soterradas em lama e destroços, no munícipio de Encantado, no Rio Grande do Sul, por causa das enchentes que o estado tem sofrido.

Ao todo, já são mais de 150 mortos devido ados temporais e enchentes que atingiram o Rio Grande do Sul entre o fim de abril e a primeira quinzena de maio. Conforme o relatório da Defesa Civil divulgado na manhã desta quinta-feira (16), 104 pessoas estão desaparecidas.

Cães Maya e Bela ajudam no resgate — Foto: Reprodução

Cães Maya e Bela ajudam no resgate — Foto: Reprodução

A ação de resgate conta com 11 militares, dois cães de Mato Grosso, oito militares Rio Grande do Sul e um do do Exército Brasileiro. A equipe foi enviada, pelo Governo de Mato Grosso, no dia 4 deste mês, para ajudar a minimizar os estragos relacionados às chuvas.

Os animais, Maya e Bela, são certificados pelo Conselho Nacional dos Corpos de Bombeiros Militares do Brasil (Ligabom) e receberam treinamento próprio para atuarem em situações de desastres. Elas atuaram na enchente que atingiu o Rio Grande do Sul em setembro de 2023.

Ação conta com 11 militares de MT e dois cães — Foto: Corpo de Bombeiros de Mato Grosso

Ação conta com 11 militares de MT e dois cães — Foto: Corpo de Bombeiros de Mato Grosso

Outro resgate

No dia 7, um homem e um cachorro foram resgatados, pela equipe de Mato Grosso, em cima de um colchão inflável que estava à deriva na lama e em meio aos destroços dos temporais. Um vídeo gravado por militares do Centro Integrado de Operações Aéreas (Ciopaer) de Mato Grosso mostra o momento do resgate. (veja o vídeo aqui)

Segundo os militares, o homem estava tentando ir para casa caminhando, com a água na altura do peito, quando encontrou um colchão inflável e conseguiu subir. No caminho, achou o cachorro que estava quase se afogando.

Ainda conforme relatos dos socorristas, o homem já estava sem força, debilitado e com escoriações pelo corpo, quando a equipe o encontrou e fez contato com uma embarcação que o levou até um local onde o helicóptero pudesse pousar com segurança para fazer o resgate e encaminha-lo ao atendimento médico.

Temporais no RS

No dia 29 de abril, o Rio Grande do Sul foi atingido por diversos temporais, que causaram alagamentos, deslizamentos de terra, danos em casas, pontes e estradas por todo o estado.

São 615,3 mil pessoas fora de casa. Deste total, 538,1 mil estão desalojados (em casas de amigos ou parentes) e 79,4 mil foram acolhidos em abrigos. O número é superior à população de oito capitais no Brasil.

Os meteorologistas afirmam que os temporais que ocorrem no Rio Grande do Sul são reflexo de, ao menos, três fenômenos que ocorrem na região, agravados pelas mudanças climáticas.

Deixe um comentário

+ Acessados

Veja Também

Quer ser o primeiro saber? Se increve no canal do PH no WhatsApp