Bolsonaro se solidariza com Danilo Gentili, após condenação do humorista

Bolsonaro se solidariza com humorista Danilo Gentili
Ilustrativa

O presidente Jair Bolsonaro, se solidarizou com o apresentador e humorista Danilo Gentili após ele ser condenado a seis meses e 28 dias de prisão, em regime semiaberto, pelo crime de injúria contra a deputada federal Maria do Rosário.

De acordo com Bolsonaro, o humorista tem o direito de exercer seu direito livre de expressão e profissão.

“Eu mesmo sou alvo, mas compreendo que são piadas e faz parte do jogo, algo que infelizmente vale para uns e não para outros”, diz trecho da publicação do presidente na sua conta no Twitter.

Em resposta a sua condenação, Danilo Gentili ironizou via Twitter.

Em uma das postagens ele pergunta para Maria do Rosário: “Se eu estuprar e matar alguém ao invés de fazer piada com político você me defende da prisão?”.

Além disso, em entrevista a Jovem Pan, ainda sem ter conhecimento de sua condenação, Danilo disse: “Ainda que eu vá preso, eu prefiro ir preso a me ajoelhar para a patrulha”, disse.