Bolsonaro garante trabalho conjunto para melhorar rodovias de MT

Bolsonaro garante trabalho conjunto para melhorar rodovias de MT

Wellington Fagundes, que presidente a Frenlogi, garantiu que bancada complementará orçamento do DNIT para auxiliar governo do Estado

O presidente Jair Bolsonaro garantiu nesta terça-feira, 27, que trabalhará junto ao Governo de Mato Grosso e a bancada federal no Congresso para priorizar rodovias que escoam a produção do Estado e garantem aumento de competitividade, emprego e renda.

Em audiência que contou com a presença do governador Mauro Mendes e dos senadores Wellington Fagundes (PL-MT), Jayme Campos (DEM-MT) e Carlos Fávaro (PSD-MT), foi destacada a necessidade de dar atenção especial às BRs 174, 158, 242, 080.

No entanto, para que haja investimentos vultosos em infraestrutura rodoviária, é necessário uma recomposição orçamentária no DNIT – órgão federal que faz as manutenções das BRs. Atualmente, o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes está no menor nível orçamentário em 20 anos, com apenas R$ 6 bilhões disponíveis para investimentos em todo o território nacional.

Para que essa recomposição aconteça, o senador Wellington Fagundes, que preside a Frente Parlamentar de Logística e Infraestrutura, assegurou que a bancada está empenhada em encaminhar emendas que ajudem o Planalto e, consequentemente, o governo estadual, já que o aumento das exportações garante reforço no caixa mato-grossense.

“A agenda foi positiva, tivemos a companhia dos nossos senadores, e criamos uma estratégia para que juntos, governo Federal e Estadual, possamos avançar em todos os modais da infraestrutura de nosso Estado, com atenção especial para 174, a 158, 242, 080, entre outras obras prioritárias”, relatou o governador Mauro Mendes.

Os senadores foram unânimes em destacar a necessidade de fazer com que haja liberação de recursos já empenhados e garantir um uníssono no encaminhamento de emendas individuais e de bancada. “Nosso Estado é o maior produtor brasileiro de commodities agrícolas, dando grande contribuição à retomada econômica. Por isso estamos trazendo a parceria em colocar recursos no orçamento, especialmente para estradas federais. A 080 por exemplo terá uma ponte sobre o Rio Araguaia, que também é muito importante porque permite trânsito em grandes áreas de produção”, completou Wellington Fagundes.

Para Carlos Fávaro, o mais importante da reunião foi a possibilidade de mostrar unidade, independentemente de origens partidárias. “Viemos mostrar para o Governo Federal que estamos trabalhando e votando junto com dois governos: Federal e de Mato Grosso”, acentuou o senador.

Jayme Campos destacou que Mato Grosso é, certamente, um dos maiores produtores e precisa de intermodalidade de transportes para escoamento da produção. “Isso fará com que tenhamos resultados positivos em ferrovias, rodovias, questões ambientais e até mesmo de habitação – como a construção de 20 mil unidades habitacionais. Foi uma visita muito oportuna”, comemorou o senador.

PARQUE DA CHAPADA – O grupo mato-grossense também pediu a estadualização do Parque Federal Chapada dos Guimarães. “Por ser um parque muito próximo da capital, essa é uma das principais potencialidades turísticas da região. Lá queremos fazer muitos investimentos, e essa estadualização tornará essas questões mais fáceis, especialmente no quesito ambiental”, explicou Mendes.

Noticias Relacionadas