Bolsa Família | Beneficiários devem fazer atualização cadastral em Várzea Grande

Secom/VG

Secom/VG

Foto: Roberta Aline / MDS

Bolsa Família | Beneficiários devem fazer atualização cadastral em Várzea Grande

Depois de ter sido substituído pelo Auxilio Brasil, na gestão passada, o Bolsa Família voltou a ser ativado com as condicionantes do Programa Federal. Para ter acesso ao programa a família deverá ter uma renda máxima por pessoa de até R$ 218,00, sendo necessário somar toda a renda das pessoas que compõem o núcleo familiar e, ela não pode ser maior que o valor supracitado. 

Dentre as condicionantes para ter direito ao benefício é necessário que crianças entre 4 e 5 anos tenham frequência escolar de 60%. Já crianças e adolescentes entre 6 e 18 anos que não tenham concluído a educação básica devem ter frequência escolar de 75%. Para gestantes é necessário fazer acompanhamento pré-natal, além de manter a carteira de vacinação da família inteira atualizada.

A Assistente Social, Gislene das Neves do Carmo, explica que o Bolsa Família foi reestruturado em 4 eixos principais, sendo prioridade e respeito aos que precisam de mais proteção, garantia de renda e ampliação da proteção de crianças na primeira Infância, aprimoramento do Cadastro Único para alcance dos que mais precisam de transferência de renda e fortalecimento da articulação federativa e intersetorial (Ministérios do Desenvolvimento e Assistência Social, Saúde, Educação e Trabalho).

“Na área da Saúde os pais ou responsáveis devem levar as crianças nos PSF mais próximo 02 vezes no ano, uma vez no primeiro semestre e outra no segundo semestre, pra tirar o peso e verificação do cartão de vacina e demais atendimentos conforme a necessidade. Na educação as crianças e adolescentes não podem ter falta sem justificativa, em casos de doenças os responsáveis devem apresentar o atestado ao diretor e ou coordenador da escola. Na Assistência Social os responsáveis devem procurar o CRAS, mais próximo e levar esses comprovantes para atualização cadastral uma vez no ano. No caso de não cumprimento dessas condicionantes, a família é advertida, o benefício pode ser suspenso e ou bloqueado, e a família passa a ser acompanhada pela equipe do CRAS/PAIF”, destacou a profissional.

A titular da pasta, Ana Cristina Vieira, destacou a importância da atualização anual do benefício, principalmente, quando houver mudanças ou ajustes por parte do Governo Federal, e mudança de endereço e telefone por parte do beneficiário.

“O Programa Bolsa Família é o maior programa de transferência direta de renda do Brasil e possibilita o alívio imediato da pobreza, assim como a autonomia para que as famílias usufruam seu benefício. Para que o Bolsa Família tenha uma boa gestão é necessário que as famílias realizem, anualmente, a sua atualização cadastral”.

 COMO ATUALIZAR: Para fazer a atualização cadastral os beneficiários devem procurar uma das unidades do Centro de Referência em Assistência Social (CRAS), ou na sede da Secretaria de Assistência Social, munidos de documentação pessoal: Certidão de Nascimento, Certidão de Casamento, CPF, Carteira de Identidade (RG), Carteira de Trabalho, Titulo de Eleitor e Certidão de Administrativa de Nascimento Indígena (RANI).

CRAS Cristo Rei: R. Profa. Isabel Pinto, 258 – Cristo Rei, Várzea Grande – MT, 78118-110

Telefone: (65) 3688-3606

CRAS Santa Maria: R. Amílton Valim (Costa Verde), 61 – Costa Verde, Várzea Grande – MT, 78128-662

Telefone: (65) 3688-3691

CRAS Jardim Glória: Vila Suíça, Várzea Grande – MT, 78135-730

Telefone: (65) 3688-3165

CRAS São Mateus:  R. Juína, 264-404 – São Mateus, Várzea Grande – MT, 78152-038

Telefone: (65) 3688-3187

Sede da Secretaria de Assistência: Av. Castelo Branco – Centro Sul, Várzea Grande – MT, 78110-200

Telefone: (65) 3688-3637

+ Acessados

Veja Também