Boko Haram sequestra 60 pessoas no Camarões

obama diz considerar brasil um líder mundial



Várias pessoas morreram neste domingo, no norte de Camarões, após um novo ataque do grupo jihadista Boko Haram, que sequestrou pelo menos 60 moradores – disse uma fonte policial à AFP.

"Combatentes do grupo Boko Haram fizeram um ataque esta manhã a duas aldeias da zona de Tourou, no distrito de Moloko (norte). Incendiaram vários locais e sequestraram cerca de 60 pessoas", relatou a fonte consultada pela AFP, acrescentando que o ataque deixou "vários mortos".

Este é o maior sequestro ocorrido no extremo norte de Camarões pelos jihadistas, que têm feito ataques na região. A fonte disse que a maior parte dos sequestrados são mulheres e crianças. "O Exército (de Camarões) lançou uma operação", acrescentou.

Na região, muitos dos residentes fugiram para o interior na tentativa de se proteger dos ataques. Esta operação do Boko Haram acontece depois que o Chade deslocou suas tropas em Camarões, com o objetivo de lutar contra o grupo e de retomar o controle de Baga, situada no nordeste da Nigéria, e do lago Chade, sob o controle dos jihadistas desde o começo de janeiro.

O contingente de aproximadamente 400 veículos, incluindo helicópteros, entrou no sábado no território de Camarões e o presidente Idriss Deby disse que as operações aconteceriam neste domingo.

Na segunda-feira, os jihadistas atacaram uma base de Camarões, a 10 quilômetros da fronteira com a Nigéria, e, na quinta-feira, o presidente camaronês Paul Biya anunciou que o Chade lhe daria assistência militar.