Bilionário fundador de rede de lojas doa toda sua fortuna avaliada em US$ 8 bilhões para caridade

Filantropo diz que tinha “o sonho de morrer pobre”

Foto: Reprodução/Instagram

O bilionário Charles “Chuck” Feeney, de 89 anos, um dos fundadores da rede de lojas de aeroporto Duty Free doou, ainda em vida, toda a sua fortuna, avaliada em cerca de US$ 8 bilhões (cerca de R$ 41 bilhões) para a caridade.

De acordo com a revista Forbes, o compromisso do empresário de doar toda sua fortuna e morrer sem nenhum centavo no bolso já era antigo, mas só foi oficializado na última quarta-feira (16).

Entre as doações feitas por Feeney através da organização Atlantic Philanthropies, US$ 3,7 bilhões (R$19,36 bilhões) deverão ser revertidos para a educação, US$ 870 milhões (R$ 4,55 bilhões) a promoção dos Direitos Humanos e mudanças sociais e outros US$ 700 milhões (R$ 3,62 bilhões) à saúde.

Chuck Feeney é um dos idealizadores do movimento “Giving While Living” (Doando Enquanto Vive, em tradução livre), que tem como objetivo encorajar que milionários e bilionários doem suas fortunas ainda em vida, ao invés de criarem fundações em seus nomes após suas mortes.

Entretanto, Charles e sua esposa, Helga, não estão totalmente quebrados. Em entrevista concedida em 2012, o agora ex-bilionário revelou que havia feito uma poupança de cerca de US$ 2 milhões (R$ 10,47 mi) como uma espécie de aposentadoria para os dois.