Barranco se licencia do cargo de deputado estadual para concorrer ao Senado

Professor Henrique Lopes vai ocupar cadeira de Barranco na AL

O deputado estadual Valdir Barranco (PT) oficializou nesta quarta-feira (30), durante sessão plenária da Assembleia Legislativa, sua licença pelo prazo de 60 dias. O parlamentar concorrerá a vaga de Senador da República deixada pela juíza aposentada Selma Arruda, cassada por abuso do poder econômico e caixa 2 nas eleições de 2018.

“O licenciamento não é necessário juridicamente, mas fundamental a esta disputa. Saio com a sensação de dever cumprido e muito disposto ajudar Mato Grosso no Senado Federal.

Em quatro anos de mandato, apresentei 241 projetos de lei, 79 projetos de resolução, 184 requerimentos e 2 PECS. Tenho 19 leis sancionadas, das quais 7 voltadas ao enfrentamento do Covid-19. Estou convicto que sou o único representante na disputa que realmente defende o povo e os interesses do mais pobres”, disse o parlamentar.




A licença do deputado não será remunerada. “Portanto, não há indícios de uso da máquina pública na campanha como tentam sugerir alguns adversários”, esclareceu Barranco aos jornalistas que cobriram sua última sessão.

Assumiu a vaga deixada por Barranco o deputado estadual Henrique Lopes (PT). O parlamentar obteve 18.300 votos na última eleição e ficou na primeira suplência do cargo.

“O professor Henrique Lopes é um parlamentar muito bem preparado. Professor e sindicalista, sempre esteve ao lado dos servidores da educação nas lutas de classe. Entra num momento muito importante na defesa da segurança para o retorno ás aulas presenciais no nosso estado diante da pandemia. Assumirá também, meu lugar a presidência da comissão permanente de educação da AL. Estou certo de que fará um excelente trabalho; espero que até o fim deste mandato por mais dois anos, já que espero não retornar a casa mas atuar no legislativo federal”, concluiu.