Aylon vence no TRE por unanimidade e está apto a ser diplomado e empossado

O Tribunal Regional Eleitoral negou na manhã de hoje (15) provimento ao recurso imposto pelas chapas de Vanderlei Bonoto e Luiz Homem de Carvalho, o Luizão, que pediam a cassação de registro do candidato a vice da chapa do prefeito eleito Zé do Pátio (SD); Aylon Arruda (PSD).

O Tribunal acompanhou o relator do processo Jakson Coutinho, que já havia decidido em negar o recurso. Os adversários de Aylon alegavam irregularidades em razão do mesmo não ter se desincompatibilizado do cargo de presidente do Sindicato Rural de Rondonópolis e por essa ótica estaria impedido de disputar as eleições. Caso a decisão fosse contrária o registro de Aylon seria cancelado e a chapa cassada.

No entanto, o entendimento do TRE foi que no caso de Aylon não seria necessário deixar o cargo para disputar, pois a contribuição sindical, que o SR recebia deixou de ser obrigatória e passou a ser facultativa.






Na semana passada, o julgamento havia começado com o voto a favor do relator. Mas, o membro do TRE, Gilberto Bussiki, pediu vistas adiando o julgamento para hoje.

Após a volta a pauta, a tese do relator saiu vencedora com seis votos a favor e nunhun contrário. Gilberto Lopes Bussiki,Desembargador Sebastião Barbosa Farias, Sebastião Monteiro da Costa Júnior, Fábio Henrique Rodrigues de Moraes Fiorenza, Bruno D’Oliveira Marques e o Desembargador Gilberto Giraldelli votaram por unanimidade.