Avião que transportava corpo faz pouso forçado em lavoura de soja em MT após falha no trem de pouso

Avião ficou danificado — Foto: Corpo de Bombeiros-MT/ Divulgação

Um avião de pequeno porte fez um pouso forçado numa lavoura de soja, em Lucas do Rio Verde, a 360 km de Cuiabá, na noite dessa sexta-feira (25). A aeronave saiu de Colniza, a 1.065 km da capital, e seguia com o corpo de um morador da cidade para o sepultamento em Nova Mutum, a 269 km de Cuiabá.

Conforme o Corpo de Bombeiros, o avião tinha sido fretado pela família para o translado do corpo até Nova Mutum, quando houve uma falha no trem de pouso, indicada no painel do avião.

“Quando chegou no espaço aéreo perto de Nova Mutum o painel apontou uma falha no trem de pouso, daí ele (piloto) seguiu a recomendação da Anac (Agência Nacional de Avião Civil), que é gastar o combustível ao máximo que puder”, afirmou o bombeiro Alexsandre dos Santos Silva, que atuou na ação.

Quando estava sobrevoando a região, o piloto comunicou o Corpo de Bombeiros sobre o problema e pediu ajuda.

Avião fez pouso forçado em lavoura, em Lucas do Rio Verde — Foto: Corpo de Bombeiros-MT/ Divulgação

Avião fez pouso forçado em lavoura, em Lucas do Rio Verde — Foto: Corpo de Bombeiros-MT/ Divulgação

O avião pousou a aproximadamente 30 km de Lucas do Rio Verde e durante a aterrissagem saiu da pista e entrou na lavoura. Na aeronave, estavam dois parentes da vítima, o piloto, além do corpo. Ninguém se feriu.

No entanto, a estrutura do avião ficou danificada com o acidente. Os tripulantes seguiram até Nova Mutum em uma caminhonete.

A recomendação do Corpo de Bombeiros é que, em situação semelhantes, as pessoas evitem tentar ajudar ou se aproximar da aeronave e chamem os bombeiros. “O ideal é fazer o que o piloto fez, de entrar em contato com os bombeiros e pedir apoio antes de pousar”, explicou.