Aulas do projeto social Arte Suave começam em Rondonópolis


Depois de um mês de descanso, foram retomadas as aulas do Projeto Arte Suave Caminho da Sabedoria. A direção conta com cerca de 791 crianças e adolescentes matriculados, espera aumentar este número para 896 neste ano. De acordo com Paulo César Venâncio são 8 polos distribuídos pela cidade. “Os alunos não pagam pelas aulas, ganham roupa própria para a prática esportiva, apostilas, aulas com instrutores de jiu jitsu, acompanhamento de pedagoga, psicóloga, assistente social, coordenadores, alimentação, ou seja, temos todo apoio da Petrobras para apresentar uma rotina dinâmica, lúdica e prazerosa aos alunos, mas também com responsabilidade, compromisso e dedicação”, diz Venâncio.

Os alunos que se identificam com esse esporte e apreciam as atividades oferecidas pelo projeto já voltaram às aulas logo no início de fevereiro. Tifhany Andreina Gomes Rosa de 15 anos é uma delas. Está no projeto desde o início lá no polo do bairro Nossa Senhora do Amparo. “Fiquei sabendo pela televisão que tinham inscrições abertas. Daí eu pedi logo para minha mãe me matricular e estou até hoje”.

A adolescente inclusive já participou de dois campeonatos estaduais, dois Interpolos e quatro Campeonatos Arte Suave. Já Hérique Ramalho de 15 anos faz parte do polo do Pedra 90. Ele entrou no Arte Suave há um ano apenas, mas já sente diferença no estilo de vida. “Eu estou gostando muito da modalidade. Mas a amizade pra mim, é o que mais conta. Eu admiro e gosto dos meus professores que me cobram e ensinam a ser um menino mais esforçado e educado”.

As aulas movimentam os bairros de Rondonópolis de segunda a sexta, como ocorre lá no Jardim Ipanema. Seu Joaquim do Socorro é presidente deste bairro, onde o projeto conta com um polo e atende mais de cem alunos. Diz que está contente com a mudança que vem desta iniciativa. “As crianças agora ficam ocupadas. Os pais ficam felizes porque além do esporte, tem o lado social e educacional. Eu mesmo tenho um neto e uma filha matriculados”.

Este é o terceiro ano do Projeto Arte Suave Caminho da Sabedoria em Rondonópolis. O Projeto foi proposto pela Federação de Jiu Jitsu Esportivo de Mato Grosso em 2011 e aprovado pela Petrobras e Governo Federal tendo como Coordenador Geral o Professor Venâncio, faixa preta de Jiu Jitsu 3º DAN.

Os ensinamentos passados pela equipe de profissionais do Arte Suave refletem já em órgãos do município. Ronny Érik Marques de Castro é conselheiro tutelar há três anos e meio na Região da Vila Operária onde cerca de 500 alunos participam do Arte Suave em cinco polos. Afirma que outras empresas deveriam seguir esse exemplo da Petrobras e copiar a iniciativa, justamente porque melhora a qualidade de vida das crianças. “Tivemos vários exemplos de adolescentes que davam trabalho em casa, tinham mal comportamento, tempo ocioso e depois que os pais encaminhamos para o projeto, percebemos a mudança na vida deles. Coisas que só o esporte e a responsabilidade social juntos conseguem fazer”, diz o conselheiro.

Já para o secretário de Ação Social de Rondonópolis, Mohamed Zaher esta é uma iniciativa que só tem trazido progresso pra vida das crianças da cidade. “O bacana é ver os pais envolvidos dentro do projeto, na rotina de seus filhos. Esse entrosamento e participação, fazem as crianças e adolescentes se sentirem mais importantes, motivando –as mais ainda”, diz Mohamed.

O secretário de ação social afirma ainda que o Arte Suave é uma forma de revelar talentos, seja por meio do esporte ou da arte, já que ele oportuniza várias atividades. Os pais que tiverem vontade de conhecer o projeto, devem procurar um dos 8 polos espalhados pela cidade para não perder a oportunidade. “Temos vagas abertas e esperamos por esses adolescentes e crianças que querem ter uma vida mais saudável. E não só isso. O projeto proporciona a elas, princípios e uma conduta diferenciada, que pode refletir de forma positiva em sua vida”, afirma Paulo César Venâncio.