Audiência Pública em Água Boa vai debater a integração da FICO com rodovias

Um dos benefícios da malha ferroviária é o direcionamento de cargas para os portos do Norte e Nordeste, diminuindo o percurso e o custo do transporte de grãos.

Audiência Pública em Água Boa vai debater a integração da FICO com rodovias

Na sessão desta terça-feira (21), foi aprovado requerimento apresentado pelo deputado Ondanir Bortolini (PSD), Nininho, para a realização de Audiência Pública em Água Boa, para discutir propostas de infraestrutura logística à construção da Ferrovia de Integração do Centro Oeste (FICO), com as rodovias estaduais e federais.

Conforme o requerimento, a Audiência Pública será realizada no dia 14 de junho, às 14 horas, nas dependências da Universidade Aberta de Água Boa (UAB), com a participação de representantes dos órgãos da administração pública Federal, Estadual e Municipal, sendo eles: Senado Federal; Ministério de Infraestrutura; Tribunal de Contas da União (TCU); Agência Nacional de Transportes Terrestres – ANTT; Vale; VALEC – Engenharia Construções de Ferrovias; Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT); Câmara Municipal e Prefeitura Municipal de Água boa.

 De acordo com o deputado, a Audiência foi solicitada pelo presidente da Câmara, Luis Cesar de Lara (PR), o Cesinha, e pelo prefeito Mauro Rosa (PSD), o Maurão, e o requerimento conta com o apoio do senador Wellington Fagundes (PR).

“A presença do senador Wellington é muito importante, ele é nosso porta voz em Brasília, especialmente na área de infraestrutura e tem conduzido com êxito a pauta da FICO. Contamos com a participação dos prefeitos da região para debater a construção dessa importante ferrovia que será integrada as rodovias federais e estaduais, uma ótima oportunidade para discutir uma obra de grande relevância para o Araguaia bem como para todo Mato Grosso”, disse Nininho.

Recentemente o senador Wellington Fagundes, que também é presidente da Frente de Logística e Infraestrutura (Frenlogi), recebeu a garantia do ministro de Infraestrutura, Tarcísio de Freitas, que ainda este ano o contrato da FICO será consolidado.

Com 383 km de extensão, o trecho da Ferrovia de Integração Centro-Oeste começa na Ferrovia Norte-Sul em Campinorte/GO e vai até Água Boa/MT, vai permitir o escoamento da produção de grãos (soja e milho) em direção aos principais portos do país.

“A conclusão da FICO será uma grande conquista para a população do Araguaia, além de promover a logística, vai levar oportunidade de emprego e desenvolvimento para a região”, ressaltou Nininho.