Ataque a tiros em Praga deixa 15 mortos e mais de 20 feridos; atirador foi ‘eliminado’, diz polícia

Picture of G1

G1

Reprodução/Redes Sociais

Ataque a tiros em Praga deixa 15 mortos e mais de 20 feridos; atirador foi ‘eliminado’, diz polícia

Entre os 15 está o atirador, segundo a polícia, e há dezenas de feridos. Atirador estava com um fuzil no alto de um prédio. Vídeos nas redes sociais mostram pessoas correndo na universidade.

Compartilhe:

Um ataque a tiros no centro de Praga nesta quinta-feira (21) deixou 15 mortos e mais de 20 feridos, informou o serviço de resgate de emergência local. O suspeito foi “eliminado”, ainda de acordo com a polícia.

Foram ao menos 15 mortos, segundo o serviço de emergência de Praga, mais o atirador.

Além disso, há 9 feridos graves, de 5 a 6 moderadamente graves e 10 feridos leves, ainda de acordo com o serviço de emergência.

“O atirador foi eliminado. Todo o edifício está sendo evacuado e há vários mortos e dezenas de feridos no local”, informou a polícia na rede social X (ex-Twitter).

Segundo a rede de televisão estatal CzechTelevision, ainda esta semana, o suspeito teria enviado mensagens pelo Telegram dizendo que odiava o mundo e que “queria deixar para trás o máximo de dor possível”.

O que se sabe até agora:

  • Há ao menos 15 mortos, segundo o serviço de emergência de Praga, mais o atirador.
  • Também há 24 ou 25 feridos: 9 graves, 5 ou 6 moderadamente graves e 10 leves, também de acordo com o serviço de emergência.
  • Segundo a rede de televisão estatal CzechTelevision, o serviço de resgate de Praga e hospitais da região confirmaram que há estrangeiros entre as vítimas.
  • O atirador estava com um fuzil no alto de um prédio e foi “eliminado”, segundo a polícia, sem dar detalhes.
  • Os relatos indicam que os tiros foram disparados na Faculdade de Artes da Universidade de Charles, que fica em frente à Jan Palache Square, na cidade velha de Praga.
  • Os funcionários da biblioteca da faculdade reuniram cerca de 50 alunos em uma sala sem janelas e ficaram esperando pela ação policial, contou um dos alunos à CzechTelevision.
  • Segundo a agência Reuters, a polícia disse que o pai do atirador também foi encontrado morto.

O primeiro-ministro da República Tcheca, Petr Fiala, decidiu cancelar um compromisso que teria em outra cidade e retornar a Praga para tratar do caso com o ministro do Interior e a polícia.

A polícia pediu para que os cidadãos não deixem suas casas.

O prefeito da cidade, Bohuslav Svoboda, utilizou as redes sociais para prestar condolências às famílias das vítimas.

“Assistimos a uma tragédia de proporções sem precedentes. É terrível quantas vidas inocentes foram perdidas. Minhas mais profundas condolências a todos os enlutados. Não devemos ceder ao mal”, disse ele.

Deixe um comentário

Veja Também

Quer ser o primeiro saber? Se increve no canal do PH no WhatsApp