Asta inaugura nova rota Cuiabá-Rondonópolis

Empresa mato-grossense especializada no transporte do agronegócio passa a operar nova linha, com voos diários de segunda a sexta.

Asta inaugura nova rota Cuiabá-Rondonópolis

A partir de junho, a Asta Aviação passa operar a nova rota Cuiabá-Rondonópolis, em Mato Grosso. Serão mais dez voos semanais (confira tabela abaixo). Cada trecho é percorrido em aproximadamente 40 minutos.

Até então, as cidades não possuíam linhas aéreas que as interligasse e a única opção de trajeto eram as rodovias do Estado, com média de 220 quilômetros percorridos em cerca de três horas. A cidade de Primavera do Leste é o destino final da rota Cuiabá-Rondonópolis.

Rondonópolis é a décima primeira cidade atendida pela Asta Aviação a partir da capital mato-grossense. A companhia possui aeronaves turboélice monomotores, o que possibilita a aterrissagem em vários tipos de pistas. Cada equipamento tem capacidade para nove passageiros e está equipada com tecnologia de ponta para a navegação aérea.

Segundo o CEO da Asta, Adalberto Bogsan, uma das preocupações da empresa é atender os usuários que precisam se deslocar pelo interior do Estado para viagens de negócios, a maioria delas motivadas pelo agronegócio. “Temos uma alta penetração no mercado do Mato Grosso, com boa reputação entre nossos clientes”, diz o CEO. “A segurança, qualidade de atendimento e compromisso com os horários são nossa marca registrada.”

Veja as opções de voos e horários entre as cidades:

Nova Linha Asta – Cuiabá/Rondonópolis

Dia

Rota

Horário

Segunda-feira

Cuiabá – Rondonópolis

06:00

Rondonópolis – Cuiabá

07:05

Cuiabá – Rondonópolis

15:30

Terça-feira

Rondonópolis – Cuiabá

07:00

Cuiabá – Rondonópolis

15:30

Quarta-feira

Rondonópolis – Cuiabá

07:00

Quinta-feira

Cuiabá – Rondonópolis

15:30

Sexta-feira

Rondonópolis – Cuiabá

07:00

Cuiabá – Rondonópolis

16:05

Rondonópolis – Cuiabá

17:55

Asta Aviação

A ASTA é uma empresa genuinamente mato-grossense. Desde 1995, presta serviços de transporte de cargas e passageiros no Estado, com foco no agronegócio. A história do grupo teve início em 1995, quando iniciou suas atividades, com duas aeronaves modelo Sêneca e capacidade para cinco passageiros cada.

Hoje, a companhia conta com três aeronaves monomotor, o que a habilita a operar em qualquer pista disponível no país, atendendo regiões inviáveis para aeronaves de maior porte.  Sua categoria de operação é a RBAC 135 – Linha Complementar e charter.