Assinada ordem de serviço para cercamento dos prédios do Celina Bezerra

Da Assessoria

Da Assessoria

Foto: Diego Utida/Gcom

Assinada ordem de serviço para cercamento dos prédios do Celina Bezerra

O prefeito José Carlos do Pátio assinou na noite desta quinta-feira (07) a ordem de serviço para o início das obras de cercamento dos blocos de apartamentos que compõem o residencial Celina Bezerra. O objetivo da Prefeitura é trazer mais segurança para as famílias que moram nos prédios, com o controle da entrada e saída de pessoas no local.

A previsão é que já na segunda-feira (10) a empresa dê início aos trabalhos para colocação do cercamento, do tipo gradil. Para manter ainda mais restrito o acesso de pessoas aos condomínios, o município contemplou o Celina Bezerra com a construção de guaritas e cancelas.

Mesmo sendo empreendimento do governo federal, a Prefeitura de Rondonópolis está investindo recursos próprios para tornar a vivência das famílias no novo residencial o mais agradável, com conforto e segurança. A obra está orçada em R$ 1,8 milhão e tem previsão de ser executada em um período de seis meses.

A questão da segurança dos moradores, principalmente daqueles que moram no térreo dos prédios, foi destacada pelo prefeito José Carlos do Pátio que deliberou a execução do cercamento e construção das guaritas com as cancelas nas entradas dos condomínios. Pátio lembrou que está construindo um local para acolher as crianças durante o contraturno escolar com a oferta de atividades pedagógicas e esportivas.

A secretária de Habitação e Urbanismo do município Huani Rodrigues comemorou junto da comunidade mais esse benefício que a Prefeitura está levando para o residencial. Ela agradeceu o apoio parceria da Câmara de Vereadores e também dos secretários municipais na condução e execução dos projetos de melhoria da região. O vereador Júnior Mendonça, presidente da Câmara, afirmou que mais esse investimento traz segurança, qualidade de vida e cidadania para quem mora nos prédios.

Um breve histórico foi apresentado pelo presidente do Sanear, Paulo José Correa, com imagens ilustrando os avanços que a região já teve desde as primeiras ações realizadas para assentar as famílias mais humildes da cidade. Ao todo, segundo Paulo José, a região do Celina Bezerra já recebeu cerca de R$ 424 milhões, distribuídos na construção das moradias e também nas áreas da assistência social, saúde, educação e no cercamento.

Retomada das obras Durante o evento o prefeito comentou sobre a retomada das obras da segunda do residencial Celina Bezerra, o que deve acontecer até dezembro desse ano. Pátio ressaltou que o governo federal já destinou recursos para contratar a empresa que vai recomeçar as obras dos 1.152 apartamentos, iniciadas ainda em seu primeiro mandato. Ele comentou que, segundo dados do Censo 2022, 50 mil pessoas se mudaram para Rondonópolis nos últimos 12 anos, por isso a política habitacional precisa atender a demanda. Atualmente existem cerca de 11 mil pessoas em busca de moradias populares.

+ Acessados

Veja Também