Assembleia Legislativa cria Frente Parlamentar de Apoio ao Produtor de Leite

Picture of Assessoria

Assessoria

Foto: Helder Faria/ALMT

Assembleia Legislativa cria Frente Parlamentar de Apoio ao Produtor de Leite

Compartilhe:

A Assembleia Legislativa criou hoje (8) a Frente Parlamentar de Apoio ao Produtor de Leite no Estado de Mato Grosso, que será coordenada pelo deputado Gilberto Cattani (PL) e contará com os seguintes membros titulares: deputados Carlos Avallone (MDB), Dr. Eugênio (PSB), Valmir Moretto (Republicanos) e Elizeu Nascimento (PL).

De acordo com o coordenador, a Frente tem por objetivo promover em conjunto com representantes da sociedade civil e de órgãos públicos e afins, a discussão e o aprimoramento da legislação e de políticas públicas para o Estado referentes a um determinado setor da sociedade.

Conforme declarações de Cattani, a criação da Frente tem relação direta com a recente Comissão Parlamentar de Inquérito – CPI do Leite, constituída pelo Ato nº. 002/2022.

“A CPI emitiu relatório final com sugestões de posturas a serem adotadas, como forma de buscar soluções frente ao setor, sendo uma delas, a criação de um instrumento legislativo de apoio ao produtor de leite, que se materializa através desta Frente Parlamentar”, revelou ele.

O deputado comentou ainda que, “o intento primordial é facilitar o diálogo entre governo, lacticínios e produtores, e contribuir para minimizar o monitoramento dos preços dos insumos de produção do leite, como exemplo, o Índice de Leite Cru”, finalizou ele.

Para Cattani, a questão leiteira no Estado de Mato Grosso é crítica, assim como em todo o país. “O leite sempre é inferior a todos os produtos, por exemplo, um litro de leite sempre valeu menos e nós precisamos lutar para que isso mude, para que o produtor de leite possa ter rentabilidade”, revelou ele.

Cattani aproveitou a oportunidade para citar os resultados da recente CPI do Leite, quando foi divulgado o relatório final. O deputado pretende dar sequência, aproveitando os resultados dos trabalhos da CPI, buscando alternativas com propostas na Frente Parlamentar.

“Nós temos também da CPI do Leite, que gerou inclusive a criação do índice do leite cru, que é o custo mais o lucro para que se baseie para ser fazer o preço do leite no Estado. Precisamos dar andamento nesse assunto por meio dessa comissão da Frente Parlamentar”, complementou ele.

Ainda fazem parte da Frente Parlamentar de Apoio ao Produtor de Leite no Estado de Mato Grosso, representantes da Famato, Fórum Agro MT, Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (IMEA), de cooperativas de leite, Conselho Paritário Produtores de Leite (Conseleite), Associação dos Produtores de Leite (Aproleite).

Deixe um comentário

+ Acessados

Veja Também

Quer ser o primeiro saber? Se increve no canal do PH no WhatsApp