Aposentados e pensionistas de antes da separação do Estado devem fazer o censo do MT Prev

Apenas 44 beneficiários que pertencem a este grupo começaram o procedimento presencial ou pela internet, mas apenas 10 concluíram

Atendimento do Censo do MT Prev em Cuiabá - Foto por: Marcos Vergueiro/Secom-MT

Cerca de 600 aposentados e pensionistas por morte que tiveram o benefício concedido antes da divisão do Estado entre Mato Grosso, e Mato Grosso do Sul, que ocorreu em 1977, devem realizar o censo do Mato Grosso Previdência (MT Prev). O prazo para a realização do recenseamento vai até o dia 11 de junho, sob pena de suspensão do benefício para quem não se recadastrar.

Faltando menos de cinco meses para o final do prazo, apenas 44 beneficiários que pertencem a este grupo começaram o procedimento presencial ou pela internet, mas apenas 10 concluíram. O principal motivo é a apresentação incompleta de documentos.

É importante que o beneficiário providencie os documentos solicitados, devidamente atualizados, antes de comparecer para o recenseamento presencial. Os documentos exigidos para os aposentados e pensionistas são diferentes. Clique aqui para conferir a lista completa de documentos.






Do total de 620 pessoas que fazem parte do Convênio MT/MS, 126 são aposentados, e 494 são pensionistas. A maioria destes beneficiários reside em Cuiabá, Várzea Grande e Campo Grande (MS).

Para ser atendido presencialmente, o procedimento deve ser agendado pelo site do MT Prev (www.mtprev.mt.gov.br) ou pelo telefone 0800.647.3633.

Excepcionalmente, o aposentado e pensionista que não mora nas cidades polo que disponibiliza atendimento presencial, ou que possui moléstia grave ou incapacidade de locomoção, poderá fazer o procedimento pela internet, por meio do site do MT Prev.

Calendário

Também está em andamento o atendimento presencial em oito cidades polo de Mato Grosso, para os beneficiários que residem nos municípios.

Segue até o dia 8 de fevereiro o recenseamento dos aposentados que residem em Rondonópolis. O local de atendimento presencial é a Escola Estadual Major Otávio Pitaluga.

Em Tangará da Serra, os aposentados e pensionistas têm até o dia 10 de fevereiro para comparecer na Escola Estadual 29 de Novembro.

Já em Cuiabá, que atende além dos aposentados e pensionistas da Capital, os de Várzea Grande, o censo presencial vai até o dia 11 de junho, na sede da Controladoria Geral do Estado (CGE), localizada no Centro Político Administrativo (CPA).

Cáceres já teve o seu período de atendimento presencial encerrado.  Além destes quatro municípios, outras quatro cidades polo receberão equipes para realização do censo presencial: Alta Floresta, Barra do Garças, Sinop, e Vila Rica.

O calendário completo com as datas do censo presencial em cada cidade pode ser acessado clicando AQUI.