Após ser preso por agredir companheira em Rondonópolis, homem diz: “Que tal situação não ficaria assim e tão pouco acabaria ali”

No local, a vítima Márcia Freitas, se apresentou aos policiais com várias lesões, inclusive com dificuldade de se mover (mancando) e de respiração

Após ser preso por agredir companheira em Rondonópolis, homem diz: “Que tal situação não ficaria assim e tão pouco acabaria ali”
Foto: Assessoria

Um homem identificado como C.A.B, 35 anos, foi preso na manhã deste sábado (23), acusado de agredir sua companheira, no bairro João Antônio Fagundes, em Rondonópolis.

A Polícia Militar foi acionada pela nora do agressor. No local, a vítima M.F, se apresentou aos policiais com várias lesões, inclusive com dificuldade de se mover (mancando) e de respiração.

De acordo com a vítima, as dores são provenientes de agressões físicas sofridas pelo acusado com quem convive a 8 meses.

O homem, que apresentava sinais de embriaguez, foi preso pelos policiais.

Além disso, o acusado fez várias ameaças dizendo “que tal situação não ficaria assim e tão pouco acabaria ali”. Ele ainda disse que ao sair da prisão iria até a casa dela para resolver tal situação.

Por consequências das lesões, a vítima foi encaminhada para o Pronto Atendimento. Ela ficará em observação médica devido a suspeita de fratura na costela.

O acusado foi encaminhado para providências à 1ª DP.