Após menino de 6 anos morrer com ameba no cérebro, autoridades pedem que população não use água no Texas

Josiah McIntyre teria se infectado com a "ameba comedora de cérebros" em um chafariz da região

Foto: Reprodução/Facebook

Após um menino de seis anos morrer por conta de uma espécie de ameba comedora de cérebros, as autoridades do Texas, nos Estados Unidos, pediram para que as pessoas não usassem água encanada. Josiah McIntyre morreu no início do mês, segundo o jornal “New York Post”, após ser infectado brincando em um chafariz público.

O jornal afirma que o teste para Naegleria fowleri, uma ameba que pode ser encontrada na água ou solo e que pode infectar seres humanos, do garoto deu positivo. Ele teria brincado em um chafariz e em uma pequena piscina em casa.

As autoridades texanas teriam feito alguns exames na água da região logo após a morte, que deram negativo, mas, agora, em três locais teriam sido indentificados resquícios da ameba. A Comissão de Qualidade Ambiental do Texas emitiu um aviso urgente alertando as pessoas para não usarem água da torneira por qualquer motivo, exceto para dar descarga nos vasos sanitários.