Após denúncia de assédio a 4 alunas, guarda é demitido de escola em MT

Polícia Militar garantirá segurança em manifestação prevista para esta sexta-feira (14)
Foto por: PMMT

Um servidor público da Prefeitura de Cáceres, a 220 km de Cuiabá, que trabalhava como guarda, foi demitido após denúncia de assédio a alunas de uma escola no Distrito de Santo Antônio do Caramujo. Após a instauração de Processo Administrativo Disciplinar (PAD), uma comissão entendeu que a conduta dele foi irregular.

A demissão foi publicada no Jornal Oficial da Associação Mato-grossense dos Municípios (AMM) desta terça-feira (2).

Joilson Adriano Rodrigues era servidor contratado por meio de processo seletivo. Tinha tomado posse no dia 2 de abril deste ano e no dia 10 do mesmo mês já tinha sido denunciado. A reportagem não localizou a defesa do servidor.

Segundo o relatório, ele teria assediado quatro alunas, sendo que tocou as partes íntimas de duas delas. No caso das duas menores tocadas, as mães foram até a unidade escolar e registraram queixa.

De acordo com o relato das vítimas, o guarda teria tocado as nádegas das alunas e, em seguida, dito a expressão “oh lá em casa” para umas delas.

Logo após a denúncia, o servidor foi afastado por 30 dias até que a investigação fosse concluída.