Anvisa autoriza venda de medicamentos à base de canabidiol no Brasil

ter um ápice de prazer por dia reduz em 22% chances de desenvolver câncer de próstata, revela estudo

A Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) autorizou a venda de medicamentos à base de canabidiol – substância derivada da maconha – no Brasil. Com a decisão, os laboratórios que atuam no país já podem pedir autorização para produzir remédios com o princípio ativo.

Três dos cinco conselheiros da Anvisa se posicionaram a favor da retirada da substância da lista de produtos proibidos. O canabidiol é usado para tratamento de doenças neurológicas, câncer e mal de Parkinson.

Os medicamentos à base de canabidiol deve ser incluídos na "Lista C1", que são os remédios controlados.

No ano passado a Anvisa já havia simplificado os trâmites necessários para a importação de produtos à base de canabidiol por pessoa física e para uso próprio. Com a mudança, a documentação entregue pelos interessados passou a ter validade de um ano, sendo necessária apenas a apresentação da receita médica a cada novo pedido de importação.

Também em 2014, o Conselho Federal de Medicina decidiu autorizar neurocirurgiões e psiquiatras a prescrever remédios à base de canabidiol para crianças e adolescentes com epilepsia, cujos tratamentos convencionais não surtiram efeito.